20.3 C
Brasília
quinta-feira, março 4, 2021

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

ALESP: deputada Isa Penna quer que colega que a assediou seja cassado

Leia Também

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

Estado de São Paulo entra na fase vermelha à meia-noite de sábado (06)

  O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira (03/03), o novas diretrizes para o Plano São Paulo. A partir das 0:00 horas...

Câmara aprova programa emergencial para setor de eventos

  A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (03/03) o projeto de lei que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos - PERSE. Os deputados chegaram a aprovar o texto-base na terça-feira...

Rede que vendia vacinas falsas da COVID-19 é desmontada na África do Sul e China

  Uma rede de distribuição global de vacinas falsas contra as infecções do novo coronavírus foi desmantelada na África do Sul e na China e,...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

 

 

A deputada estadual Isa Penna (PSOL) quer que o mandato do deputado Fernando Cury (Cidadania), que foi flagrado a assediando sexualmente, seja cassado na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP). Penna afirmou que já fez uma representação no Conselho de Ética da ALESP e um boletim de ocorrência contra Cury. A deputada afirmou também que já passou por outros constrangimentos na ALESP. “Eu já ouvi comentários que faziam referência a mim como se eu fosse uma trabalhadora do sexo, uma profissional do sexo, como elas preferem ser chamadas”, afirma.

Isa disse que o meio político é um espaço de homens e, por isso, é extremamente ‘assedioso‘. “Eu sou uma mulher jovem de uma determinada geração, mas estudei e percorri diversos tipos de ambiente e eu sei que o machismo é inerente na sociedade, então eu aprendo a lidar com isso“. Ela ressaltou que apesar dos muitos constrangimentos e assédios no ambiente político, o caso com o deputado Cury é emblemático porque foi flagrado por câmeras. 

“O que está diferente nesse caso é o quão à vontade ele se sente, o quão livre, para fazer isso na frente de uma câmera. Porque normalmente o assediador te leva para um cantinho, ele pensa nas circunstâncias”. Isa quer que este caso seja um estopim para uma melhoria nos direitos das mulheres. “Eu quero fazer disso um caso a ser lembrado, mas que desse caso, dessa dor, nasça, por exemplo, a aprovação de um projeto de lei básico para a vida das mulheres de São Paulo”. 

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

Estado de São Paulo entra na fase vermelha à meia-noite de sábado (06)

  O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira (03/03), o novas diretrizes para o Plano São Paulo. A partir das 0:00 horas...

Câmara aprova programa emergencial para setor de eventos

  A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (03/03) o projeto de lei que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos - PERSE. Os deputados chegaram a aprovar o texto-base na terça-feira...

Rede que vendia vacinas falsas da COVID-19 é desmontada na África do Sul e China

  Uma rede de distribuição global de vacinas falsas contra as infecções do novo coronavírus foi desmantelada na África do Sul e na China e,...