20.3 C
Brasília
segunda-feira, março 1, 2021

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

ANVISA recebe pedido de uso emergencial da CoronaVac pelo Instituto Butantan

Leia Também

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

  Faturamento no quarto trimestre foi recorde e chegou a R$ 12,6 bilhões, crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2019   A Caixa Seguridade...

INEP divulga gabaritos da reaplicação do Enem. Resultado sai em março de 2021

    O Ministério da Educação (MEC) divulga, nesta segunda-feira (01/03), os gabaritos e os cadernos de questões da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Participantes...

Presidente Jair Bolsonaro pode privatizar empresas estatais por decreto

  Segundo especialistas, a maioria das estatais na lista não precisa do aval dos parlamentares e pode ser incluída no PND, a desejo do governo, por...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello
Caixa da Coronavac, vacina contra a Covid-19, em frente à sede do Instituto Butantan em São Paulo. — Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA recebeu o pedido de uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a COVID-19 produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, na manhã desta sexta-feira (08/01). A agência pretende fazer a análise do uso emergencial em até 10 dias.
O pedido foi feito durante uma reunião virtual, por causa da pandemia, às 09:00 horas e 34 minutos, segundo o Instituto Butantan. A Anvisa diz que já iniciou a triagem da documentação entregue.
“As primeiras 24 horas serão utilizadas para fazer uma triagem do processo e checar se todos os documentos necessários estão disponíveis. Se houver informação importante faltando, a Anvisa pode pausar o prazo e solicitar as informações adicionais ao laboratório”, afirmou a Anvisa, em nota.
A agência diz que a análise do pedido de uso emergencial é feita por uma equipe multidisciplinar, e envolve especialista das áreas de registro, monitoramento e inspeção.
Fonte: G1
- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

  Faturamento no quarto trimestre foi recorde e chegou a R$ 12,6 bilhões, crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2019   A Caixa Seguridade...

INEP divulga gabaritos da reaplicação do Enem. Resultado sai em março de 2021

    O Ministério da Educação (MEC) divulga, nesta segunda-feira (01/03), os gabaritos e os cadernos de questões da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Participantes...

Presidente Jair Bolsonaro pode privatizar empresas estatais por decreto

  Segundo especialistas, a maioria das estatais na lista não precisa do aval dos parlamentares e pode ser incluída no PND, a desejo do governo, por...

Vacina totalmente nacional contra o coronavírus pode ficar pronta em um ano

  A UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais concluiu a primeira etapa da pesquisa de uma vacina contra o novo coronavírus. A novidade é...