20.3 C
Brasília
domingo, fevereiro 28, 2021

Papa pretende morrer em Roma e não voltará para Argentina

  O Papa Francisco admitiu que não tem medo da morte e imagina que acontecerá em Roma durante seu pontificado ou mesmo após uma eventual renúncia. Ele...

Ativistas nos EUA oferecerão maconha de graça a quem se vacinar contra o coronavírus

Leia Também

Papa pretende morrer em Roma e não voltará para Argentina

  O Papa Francisco admitiu que não tem medo da morte e imagina que acontecerá em Roma durante seu pontificado ou mesmo após uma eventual renúncia. Ele...

Deputado e médico Antônio Teixeira Júnior (PP) é citado para assumir o Ministério da Saúde

  O médico e deputado federal Luiz Antônio Teixeira Jr (PP-RJ), o "Dr. Luizinho", tem sido citado cada vez mais, entre os próprios colegas, como...

EUA aprovam uso emergencial de vacina de dose única da Janssen contra coronavírus

  O governo dos Estados Unidos autorizou no sábado (27/02) da vacina contra a COVID-19 da Janssen, braço da Johnson & Johnson. O imunizante tem...

Banco Central teve lucro de R$ 469 bilhões em 2020

  O Banco Central registrou lucro de R$ 469 bilhões em 2020. O balanço do BC foi aprovado na quinta-feira (26/02) pelo Conselho Monetário Nacional...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

Quem se vacinar contra as infecções do novo coronavírus em Washington, a capital americana, poderá receber uma recompensa inusitada: um saquinho de maconha. Um grupo de ativistas anunciou neste mês que pretende distribuir pequenas quantias da droga a adultos em locais de vacinação na cidade assim que a imunização estiver disponível para uma parcela maior da população. Por enquanto, as doses da vacina ainda estão restritas a grupos prioritários. A campanha, apelidada de “Joints for Jabs” (Baseados por Vacinas), é uma iniciativa do grupo DCMJ (DC Marijuana Justice), que luta pela ampliação da legalização da maconha. 

Segundo o DCMJ, o objetivo é celebrar a “ocasião histórica” representada pela imunização que pode dar fim à pandemia, agradecer às pessoas por se vacinarem e encorajar mais gente a receber a sua dose, além de chamar a atenção para os esforços do grupo.  Nesta semana, ele enviou uma carta à prefeita de Washington, Muriel Bowser, pedindo apoio à iniciativa. “Nós estamos cientes de que muitos usuários de cannabis desconfiam de vacinas e da ciência usada para justificar sua distribuição”, diz a carta. “Nosso objetivo é usar a cannabis como meio de agradecer àqueles que estão recebendo a vacina e encorajar os mais céticos a receberem sua dose.” Saquinhos ou baseados.

A distribuição gratuita da droga é legal. Na capital americana, apesar de a venda de maconha ser proibida, o cultivo e o uso recreativo e medicinal são permitidos. Segundo Eidinger, dezenas de produtores domésticos da região de Washington irão distribuir legalmente a planta do lado de fora de centros de vacinação. Somente será distribuída maconha cultivada sem pesticidas ou fertilizantes sintéticos. “O propósito é oferecer uma recompensa às pessoas que cumpriram seu dever cívico e se vacinaram”, diz à BBC News Brasil um dos co-fundadores do DCMJ, Adam Eidinger. “Vai chegar um momento em que teremos mais vacinas do que pessoas dispostas a se vacinar“, prevê.

Além dos saquinhos, também haverá a opção de receber um baseado. Eidinger ressalta que os cigarros serão enrolados com máquinas, evitando a contaminação com saliva em meio à pandemia. Ainda não há data certa para a campanha, mas a expectativa é de que ocorra na primavera do Hemisfério Norte (outono no Brasil).

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Papa pretende morrer em Roma e não voltará para Argentina

  O Papa Francisco admitiu que não tem medo da morte e imagina que acontecerá em Roma durante seu pontificado ou mesmo após uma eventual renúncia. Ele...

Deputado e médico Antônio Teixeira Júnior (PP) é citado para assumir o Ministério da Saúde

  O médico e deputado federal Luiz Antônio Teixeira Jr (PP-RJ), o "Dr. Luizinho", tem sido citado cada vez mais, entre os próprios colegas, como...

EUA aprovam uso emergencial de vacina de dose única da Janssen contra coronavírus

  O governo dos Estados Unidos autorizou no sábado (27/02) da vacina contra a COVID-19 da Janssen, braço da Johnson & Johnson. O imunizante tem...

Banco Central teve lucro de R$ 469 bilhões em 2020

  O Banco Central registrou lucro de R$ 469 bilhões em 2020. O balanço do BC foi aprovado na quinta-feira (26/02) pelo Conselho Monetário Nacional...

Apontado como operador do ‘QG da Propina’ na gestão Crivella deixa presídio após decisão de Gilmar Mendes

O empresário Rafael Ferreira Alves deixou o presídio em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por volta das 23:00 horas de sábado...