Bolsa bate novo recorde com alta da Petrobras; dólar fecha em R$ 4,18, menor valor em 3 semanas

    0

    Em dia de oscilações tímidas no exterior à espera de novas notícias sobre a negociação comercial entre China e Estados Unidos da América, a bolsa brasileira registrou um novo recorde na quinta-feira (05/12). O Ibovespa fechou o pregão em alta de 0,29%, aos 110.622 pontos. Ao longo do dia, o índice chegou a superar os 111 mil pontos pela primeira vez.
    O principal motor para que a variação do Ibovespa fosse positiva nesta quinta foi a alta nos papeis da Petrobras (PETR4), que foram os mais negociados do dia e se valorizaram em 1,31%. Nesta semana, a estatal realizou evento com investidores detalhando as prioridades de alocação de capital para os próximos anos, com posições que repercutiram bem. Ontem a ação já havia subido 2,35%.
    Também é um momento positivo em geral para as ações brasileiras, impulsionadas por um resultado acima do esperado — apesar de ainda modesto — para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) no terceiro trimestre. Um relatório do banco Credit Suisse projetou que a agenda de reformas durará mais 2 anos, mantendo um ambiente de inflação e juros baixos.

    Dólar. A cotação da moeda americana por aqui acompanhou a tendência externa, de desvalorização frente às moedas emergentes, em compasso de espera para os próximos movimentos da negociação dos Estados Unidos da América com a China. O dólar comercial fechou o dia em queda de 0,33%, cotado a R$ 4,18. É o menor patamar para o fechamento desde o dia 13 de novembro, em meio ao ciclo de altas que levou a cotação a atingir sucessivos recordes no último mês.

    Fonte: Reuters Money

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here