20.3 C
Brasília
domingo, fevereiro 28, 2021

Material para produzir 12 milhões de doses da vacina de Oxford chega ao Brasil

Uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) suficiente para produzir 12,2 milhões de doses de vacina contra a COVID-19 chegou na tarde deste sábado (27/02) ao Aeroporto Internacional do Rio...

Bolsonaro aposta em prorrogação do auxílio emergencial por mais seis meses

Leia Também

Material para produzir 12 milhões de doses da vacina de Oxford chega ao Brasil

Uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) suficiente para produzir 12,2 milhões de doses de vacina contra a COVID-19 chegou na tarde deste sábado (27/02) ao Aeroporto Internacional do Rio...

Amazônia-1: primeiro satélite 100% brasileiro vai para o espaço neste domingo (28)

  Quando o brasileiro acordar neste domingo (28/02), poderá olhar para o céu e se orgulhar . Mesmo sem conseguir ver, é lá que estará...

Coronavírus: Brasil passa de 252 mil mortes e tem novo recorde

  O Brasil acumula um total de 10.455.630 casos de COVID-19 e 252.835 pessoas mortas pela doença, segundo boletim do Conselho Nacional de Secretários da...

Presidente da Câmara, Arthur Lira chama governadores para discutir Orçamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), convidou neste sábado (27/02), governadores a participarem do debate no Congresso Nacional para a formulação do...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Presidente sabe que repique do coronavírus deixou o fim da pandemia mais distante e que o governo terá de ajudar os brasileiros

 

O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro já considera fato consumado a prorrogação do auxílio emergencial por seis meses, contrariando recomendações da área econômica do governo. Bolsonaro deixou claro em conversas ao telefone, nos últimos dias, que gosta da ideia. Ele sabe que o repique do COVID-19 deixou o fim da pandemia ainda mais distante e que o governo terá de ajudar os brasileiros que precisam desse suporte financeiro.

Para o presidente, o Congresso Nacional Brasileiro vai aprovar a prorrogação já em fevereiro. O presidente gosta da ideia de prorrogar o auxílio emergencial porque sabe que sua popularidade será “turbinada” novamente. Ele não está preocupado com a “paternidade” da prorrogação do auxílio. O povo sempre será grato a quem paga o benefício, isto é, o governo. Para o especialista Murilo Hidalgo, presidente do Paraná Pesquisas, a prorrogação do auxílio será determinante na reeleição de Bolsonaro. Bolsonaro terminou o ano pandêmico de 2020 com a popularidade maior que a de 2019, e isso tem a ver com o auxílio pago aos mais pobres.

Fonte: A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Material para produzir 12 milhões de doses da vacina de Oxford chega ao Brasil

Uma remessa de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) suficiente para produzir 12,2 milhões de doses de vacina contra a COVID-19 chegou na tarde deste sábado (27/02) ao Aeroporto Internacional do Rio...

Amazônia-1: primeiro satélite 100% brasileiro vai para o espaço neste domingo (28)

  Quando o brasileiro acordar neste domingo (28/02), poderá olhar para o céu e se orgulhar . Mesmo sem conseguir ver, é lá que estará...

Coronavírus: Brasil passa de 252 mil mortes e tem novo recorde

  O Brasil acumula um total de 10.455.630 casos de COVID-19 e 252.835 pessoas mortas pela doença, segundo boletim do Conselho Nacional de Secretários da...

Presidente da Câmara, Arthur Lira chama governadores para discutir Orçamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), convidou neste sábado (27/02), governadores a participarem do debate no Congresso Nacional para a formulação do...

Brasil tem recorde de mortes por COVID-19 pelo terceiro dia seguido

  O Brasil teve na sexta-feira (26/02), seu terceiro dia consecutivo com recorde diário de mortes por infecções do novo coronavírus, na média móvel de...