20.3 C
Brasília
domingo, março 7, 2021

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Brasil cria 394 mil vagas de trabalho em outubro, diz CAGED

Leia Também

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Homem é morto a marteladas pelo próprio filho em São Paulo

  Em São Paulo , na Freguesia do Ó, Igor Fanti, de 21 anos, foi preso após matar seu pai, Vicente Dias Fanti, de 63 anos, a marteladas. Filho...

Pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão é aprovado pelo Senado dos EUA

  O Senado dos EUA aprovou, neste sábado (06/03), um pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, uma das medidas centrais da estratégia do governo de...

Profecia de Bolsonaro, de que vírus acaba até dezembro, depende de sua renúncia

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vem dizendo, desde abril do ano passado, que a pandemia está acabando. Na sexta-feira (05/03), reforçou a...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

[themoneytizer id=”44018-19″]

 

Ministério da Economia registra o quatro mês consecutivo em que país teve mais contratações do que demissões formais
[themoneytizer id=”44018-28″]

 

O Brasil criou 394.989 vagas com carteira assinada em outubro, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED, divulgados nesta quinta-feira (26/11) pelo Ministério da Economia. Este é o quarto mês consecutivo que o país tem mais contratações do que demissões — veja no gráfico abaixo. O saldo é resultado de 1.548.628 admissões e de 1.153.639 desligamentos. No mesmo mês de 2019, foram criadas 70.852 vagas formais.
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o resultado de outubro foi o melhor da série histórica do CAGED, iniciada em 1992. “Esse mês de outubro foi o mês em que geramos mais empregos na série histórica do CAGED. Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês. Tivemos quase 400 mil empregos, 394 mil empregos. Então, a economia brasileira continua retomando em V, em um ritmo acelerado”, disse Guedes.
Veja tabela com dados de janeiro a outubro deste ano:
Segundo o Ministério da Economia, “o desempenho reforça a retomada da economia brasileira após os efeitos econômicos gerados pela pandemia de COVID 19“.O salário médio das contratações foi de R$1.691,92 em outubro. O resultado de outubro foi positivo nas cinco regiões do país, com destaque para o Sudeste, com a criação de 186.884 postos; e no Sul, 92.932 novas vagas. No Nordeste foram criados 69.519 empregos formais; no Centro-Oeste, 25.024; no Norte, 20.658 vagas.
- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Homem é morto a marteladas pelo próprio filho em São Paulo

  Em São Paulo , na Freguesia do Ó, Igor Fanti, de 21 anos, foi preso após matar seu pai, Vicente Dias Fanti, de 63 anos, a marteladas. Filho...

Pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão é aprovado pelo Senado dos EUA

  O Senado dos EUA aprovou, neste sábado (06/03), um pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, uma das medidas centrais da estratégia do governo de...

Profecia de Bolsonaro, de que vírus acaba até dezembro, depende de sua renúncia

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vem dizendo, desde abril do ano passado, que a pandemia está acabando. Na sexta-feira (05/03), reforçou a...

PEC do auxílio emergencial prevê abater R$ 100 bilhões da dívida pública

  O Congresso deve liberar mais de R$ 100 bilhões que estão presos no caixa do governo para o abatimento da dívida pública. A Proposta de Emenda...