20.3 C
Brasília
domingo, março 7, 2021

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil: Tudo o que você precisa saber para votar: e-título, horários e protocolos

Leia Também

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

Pandemia de coronavírus mudou algumas regras; desta vez, há uma série de recomendações sanitárias antes e durante o voto

 

Em razão da pandemia de coronavírus, as regras e recomendações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições municipais tiveram algumas mudanças neste ano. Desta vez, há um protocolo sanitário a ser seguido: todos eleitores devem usar máscara, manter pelo menos 1 metro de distância entre si e higienizar as mãos antes e depois de entrar na seção eleitoral.

Além disso, o horário para votação foi estendido em uma hora. Outra mudança é que os documentos de identificação não devem mais ser entregues aos mesários como era antes, mas apenas exibidos, com distanciamento.

Veja as principais dicas e regras para votar:

Antes de sair de casa

– Se estiver com febre ou se tiver tido covid-19 nos 14 dias antes da votação, fique em casa;

– Confirme o local de votação e seção. Pode ter ocorrido alguma mudança;

– Só saia de casa com máscara. O uso é obrigatório em todas as seções;

– No caminho até o local de votação, tente manter distância mínima de 1 metro dos outros. Se puder, evite veículos cheios;

– Se possível, leve sua própria caneta, para evitar contato com outros objetos;

– Se possível, não leve crianças e acompanhantes.

No local de votação

– Mantenha distância mínima de 1 metro;

– É proibido uso do celular dentro da cabine de votação para proteger o sigilo do voto. Selfies são proibidas;

– Não é permitido se alimentar, beber ou fazer qualquer atividade que exija retirada da máscara;

– Para não atrasar o processo, lembre-se da ordem: primeiro vote em vereadora ou vereador (cinco dígitos) e confirme. Depois, escolha prefeita ou prefeito (dois dígitos) e confirme;

– Se tossir ou espirrar, use a parte interna do cotovelo ou um lenço;

– Limpe as mãos com o álcool em gel que será disponibilizado em todas as seções antes e depois de votar;

– Evite cumprimentos, abraços e apertos de mão. Não toque no rosto;

Passo a passo no voto

– Entre na seção eleitoral e fique na frente da mesa;

– Mostre seu documento oficial com foto em direção ao mesário;

– Após o mesário ler em voz alta o seu nome, confirme que é você;

– Guarde seu documento;

– Limpe as mãos com álcool gel;

– Assine o caderno de votação;

– Se precisar do comprovante de votação, solicite ao mesário;

– Quando a urna for liberada, dirija-se à cabine de votação;

– Digite os números dos seus candidatos;

– Na saída, limpe as mãos com álcool gel novamente.

Para justificar a ausência

Se estiver fora do domicílio eleitoral no dia da eleição, justifique pelo celular. Baixe o aplicativo e-Título no Google Play e na Apple Store Inc. É possível justificar em até 60 dias após cada turno apresentando documentos que comprovem o motivo da falta (atestado médico, por exemplo). Faça no app, no site ou procure um cartório eleitoral.

E-Título

O E-Título, a versão digital do título de eleitor, também pode ser usado como forma de identificação na hora de votar. Com ele, não é necessário apresentar documento físico, desde que o eleitor já tenha feito o recadastramento biométrico e o aplicativo tenha foto.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...

Brasil: até abril, 77% dos vacinados no país vão receber a Coronavac

    Até o final de março, 77% das vacinas contra COVID-19 disponíveis no Brasil serão entregues pelo Instituto Butantan. São as Coronavac, chamadas por Jair...