20.3 C
Brasília
sábado, março 6, 2021

Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do Imposto de Renda

Na primeira semana de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), 2.020.909 contribuintes acertaram as contas com o Leão. Isso equivale a 6,12% do previsto...

COVID-19: alimentação na ajuda contra o coronavírus

Leia Também

Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do Imposto de Renda

Na primeira semana de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), 2.020.909 contribuintes acertaram as contas com o Leão. Isso equivale a 6,12% do previsto...

Guedes anuncia antecipação de 13º de beneficiários do INSS

  Pelo segundo ano consecutivo, os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) receberão o décimo terceiro salário de forma antecipada, disse há pouco...

Índia, Brasil e Rússia são os países que mais aceleram o ritmo da vacinação

A Índia, o Brasil e a Rússia são os três países que mais elevaram o ritmo de vacinação contra a COVID-19 neste mês de março. Segundo dados do Our World in Data, a Índia, grande...

COVID-19: Brasil vacinou 7,9 milhões de pessoas com 1ª dose

  O Brasil vacinou pelo menos 7.858.792 pessoas com a 1ª dose de imunizantes contra o coronavírus até as 17:00 horas de 30 minutos de sexta-feira...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

8 Alimentos para aumentar a imunidade | Massima S. A.

O que é o coronavírus ou COVID-19?

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/2019, após casos registrados na China, provocando a doença chamada de COVID-19.

Como hábitos de vida e alimentares podem ser seus aliados na prevenção neste momento de pandemia?

A prevenção com alimentação saudável, hidratação adequada, atividade física, segurança alimentar e horas adequadas de sono auxilia no fortalecimento da imunidade e dá ao organismo maiores chances de lutar e se proteger contra o vírus. Ainda não é possível comprovar que exista um alimento específico ou uma conduta nutricional que combata a contaminação, mas é de extrema importância o autocuidado e a manutenção do estado de saúde.

Aproveite a oportunidade para poder consumir alimentos preparados, evitando alimentos industrializados

Aproveite o tempo livre e use a imaginação para realizar preparações com menos gordura e com grande quantidade de nutrientes. Aposte na alimentação diversificada e variada, prepare pratos coloridos. Opte por temperos naturais ou ervas secas e procure evitar o uso de temperos prontos por serem ricos em sódio. Quanto mais colorido o prato, maior a quantidade de nutrientes, vitaminas e minerais.

  • Alimentos que são fonte de Ferro e Ácido Fólico

Couve, brócolis, rúcula, batata-doce, espinafre e cogumelos possuem nutrientes que protegem o corpo contra danos, sendo responsáveis pela defesa do organismo. Atuam auxiliando no equilíbrio da imunidade e na maturação das células, ajudando no combate de infecções e desintoxicação hepática. Cogumelos possuem também efeitos antivirais, antibacterianos e antitumorais.

  • Alimentos que são fonte de vitamina E e Zinco

Nozes, castanha, pistache, avelã, amêndoa, carnes, aveia, arroz integral, gérmen de trigo, feijão, lentilha, ervilha e grão-de-bico ajudam contra à baixa imunidade. Seus nutrientes combatem gripes e outras doenças do sistema imunológico. Peixes como o salmão e a sardinha possuem ômega 3, que atua nas artérias para que não fiquem inflamadas ou desenvolvam algum grupo de inflamação, aumentando assim a imunidade. Leguminosas devem ser consumidas pelo menos 3 vezes na semana. Carnes ou fontes de proteínas devem ser consumidas, pelo menos, 1 porção por refeição. Oleaginosas devem ser consumidas de 1 a 3 vezes na semana.

É possível transmitir o vírus por meio de alimentos?

A transmissão não ocorre por meio dos alimentos, mas ocorre de pessoa para pessoa por contato, podendo o vírus ser transmitido por objetos ou superfícies contaminadas. Por esse motivo é muito importante lembrar-se das boas práticas de higiene:

Lavar as mãos frequentemente com água e sabão neutro e com tempo prolongado (durante 20 segundos). Em seguida, passe álcool em gel;

Cubra o nariz e a boca com um lenço ou cotovelo ao tossir e espirrar;

Evitar se aproximar de pessoas com sintomas de refriado ou gripe, aglomerações e ambientes fechados. Aproveite para pedir aos familiares que auxiliem nas compras;

Fazer a higienização das bancadas e dos alimentos antes do consumo: Bancadas – 1 litro de água com 2 colheres de sopa de água sanitária. Alimentos – 1 litro de água com 1 colher de sopa de água sanitária, deixando em repouso por 20 minutos, após lavar com água corrente;

Evitar a contaminação de alimentos crus e cozidos. Portanto, não deixe alimentos crus próximos aos alimentos cozidos ou em processo de cozimento;

Dê preferência a alimentos cozidos, pois a temperatura elimina as bactérias presentes;

Evite partilhar comida ou objetos;

Para ser possível atingir o aporte de vitamina D necessária, que infelizmente não é possível conseguir somente com a alimentação, dentro das medidas de isolamento necessário, ter alguns minutos de exposição ao sol. Cerca de 20 minutos por dia, pelo menos na face, antebraços e mãos, entre 12:00 horas e 16:00 horas.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Mais de 2 milhões de contribuintes já enviaram declaração do Imposto de Renda

Na primeira semana de entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), 2.020.909 contribuintes acertaram as contas com o Leão. Isso equivale a 6,12% do previsto...

Guedes anuncia antecipação de 13º de beneficiários do INSS

  Pelo segundo ano consecutivo, os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) receberão o décimo terceiro salário de forma antecipada, disse há pouco...

Índia, Brasil e Rússia são os países que mais aceleram o ritmo da vacinação

A Índia, o Brasil e a Rússia são os três países que mais elevaram o ritmo de vacinação contra a COVID-19 neste mês de março. Segundo dados do Our World in Data, a Índia, grande...

COVID-19: Brasil vacinou 7,9 milhões de pessoas com 1ª dose

  O Brasil vacinou pelo menos 7.858.792 pessoas com a 1ª dose de imunizantes contra o coronavírus até as 17:00 horas de 30 minutos de sexta-feira...