21.3 C
Brasília
sábado, fevereiro 29, 2020

Plenário do Senado Federal deve votar MP do Agro nos próximos dias

Medida Provisória facilita crédito e financiamento de dívidas para produtores rurais ... Ver mais

Decreto presidencial atualiza regulamentação da profissão de radialista

Leia Também

Plenário do Senado Federal deve votar MP do Agro nos próximos dias

Medida Provisória facilita crédito e financiamento de dívidas para produtores rurais ... Ver mais

Deputada Patrícia Aguiar assumirá função na Unale em defesa dos direitos da mulher

A deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD) assumirá a vice-presidência de Assuntos Políticos na Secretaria da Mulher na União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais...

Governo prorroga prazo para aplicação da nova carteira de identidade

Órgãos têm mais um ano para se adequar aos novos padrões do documento O governo prorrogou para março de 2021 a obrigatoriedade na adoção do...

Prefeitura de Fortaleza divulga calendário da entrega de materiais do Academia Enem 2020

Os locais de retirada do kit do AE2020 podem ser conferidos pela internet A Prefeitura de Fortaleza divulga a data de entrega do material...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

O presidente da República Michel Temer assinou, nesta quarta-feira (04/04), o decreto que atualiza a regulamentação da profissão de radialista. A assinatura aconteceu na mesma solenidade de sanção da flexibilização do horário do programa A Voz do Brasil.

O decreto veio após ampla discussão sobre a necessidade de adequação das normas aplicadas aos profissionais da área. A legislação que regulamenta a profissão de radialista, de 1979, é considerada antiquada. Apesar da evolução tecnológica das últimas décadas, as atividades desenvolvidas pelos radialistas não foram atualizadas.

O novo texto reduziu o quadro de funções de radialista, de acordo com a Lei 13424/2017. Para a revisão do decreto foram considerados dois critérios: (i) as novas tecnologias, equipamentos e meios de informação e comunicação; (ii) as funções técnicas ou especializadas próprias das atividades de empresas de radiodifusão.

Para o diretor geral da ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV, Cristiano Lobato Flores, “além de corrigir distorções, a atualização das funções traz mais segurança jurídica aos contratos de trabalho entre as empresas de radiodifusão e os profissionais radialistas”.

Assim que o decreto for publicado no Diário Oficial da União, a ABERT informará os seus associados sobre as novas funções e os desdobramentos para o setor.

ABERT – Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Plenário do Senado Federal deve votar MP do Agro nos próximos dias

Medida Provisória facilita crédito e financiamento de dívidas para produtores rurais ... Ver mais

Deputada Patrícia Aguiar assumirá função na Unale em defesa dos direitos da mulher

A deputada estadual Patrícia Aguiar (PSD) assumirá a vice-presidência de Assuntos Políticos na Secretaria da Mulher na União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais...

Governo prorroga prazo para aplicação da nova carteira de identidade

Órgãos têm mais um ano para se adequar aos novos padrões do documento O governo prorrogou para março de 2021 a obrigatoriedade na adoção do...

Prefeitura de Fortaleza divulga calendário da entrega de materiais do Academia Enem 2020

Os locais de retirada do kit do AE2020 podem ser conferidos pela internet A Prefeitura de Fortaleza divulga a data de entrega do material...

Ministério da Saúde antecipada campanha de vacinação contra gripe em todo o Brasil

A campanha nacional de vacinação contra a gripe será antecipada para 23 de março,de acordo com o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta. De...