20.3 C
Brasília
quarta-feira, janeiro 27, 2021

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Doleiro: Altair repassava dinheiro para Cunha e Temer

Leia Também

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Projeto São José: R$ 325 milhões serão investidos para fortalecer ações produtivas

Em um evento virtual direto do Palácio da Abolição, o governador do Ceará, Camilo Santana lançou nesta terça-feira (26/01) os editais de seleção de...

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

  O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28/01), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania...

Micro e pequenas empresas devem aderir ao Simples até sexta-feira (29)

        Termina na próxima sexta-feira (29/01) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Segundo doleiro, Altair Alves Pinto (foto à esquerda), repassava dinheiro para Eduardo Cunha e para o presidente da República Michel Temer. Planalto nega qualquer recebimento de propina. O Jornal Nacional teve acesso, com exclusividade, a extratos de operações fornecidos pelos dois doleiros que denunciaram o esquema investigado na operação ‘Câmbio Final‘. Os documentos mostram transferências para um operador da cúpula do MDB Nacional Altair Alves Pinto.
Altair foi apontado pelo doleiro Lucio Funaro como o homem que repassava dinheiro para Eduardo Cunha e para o presidente Michel Temer. Segundo as investigações, os doleiros movimentavam fortunas todos os dias e registravam cada centavo que passava pelas mãos deles em planilhas. O controle das entradas e saídas de dinheiro era feito num programa de computador, como num banco, mas com extratos de operações ilegais.

Fonte: Arthur Guimarães e Paulo Renato Soares, Jornal Nacional.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Projeto São José: R$ 325 milhões serão investidos para fortalecer ações produtivas

Em um evento virtual direto do Palácio da Abolição, o governador do Ceará, Camilo Santana lançou nesta terça-feira (26/01) os editais de seleção de...

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

  O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28/01), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania...

Micro e pequenas empresas devem aderir ao Simples até sexta-feira (29)

        Termina na próxima sexta-feira (29/01) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões...

Governo do Amazonas demite 2 após denúncias de ‘fura-fila’

      Um assessor técnico lotado na Casa Civil do Estado do Amazonas, imunizado com a primeira dose da vacina Coronavac, foi exonerado do cargo na...