20.3 C
Brasília
quarta-feira, janeiro 27, 2021

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Economia: Com pandemia, importação cai 10,5% até julho

Leia Também

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Projeto São José: R$ 325 milhões serão investidos para fortalecer ações produtivas

Em um evento virtual direto do Palácio da Abolição, o governador do Ceará, Camilo Santana lançou nesta terça-feira (26/01) os editais de seleção de...

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

  O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28/01), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania...

Micro e pequenas empresas devem aderir ao Simples até sexta-feira (29)

        Termina na próxima sexta-feira (29/01) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello
Balança comercial tem superávit de US$ 8,060 bilhões em julho - A ...

 

Auxiliares do presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro na área de comércio exterior assumiram os cargos no início do ano passado repetindo o bordão: “importar é o que exporta“. A frase era uma inversão do título de um programa da ditadura militar – “Exportar é o que importa” – que, a partir de 1967, incluiu o financiamento de exportações e devolução de impostos sobre as vendas ao exterior. Com o objetivo declarado de abrir a economia brasileira e reduzir tarifas de importação, a ideia do atual governo é que a compra de insumos e máquinas do exterior aumentaria a produção brasileira e, por consequência, as exportações. 
 
A pandemia do coronavírus, porém, derrubou um dos pilares do mantra. Se as vendas brasileiras conseguiram recuar menos de janeiro a julho (6,4%), sustentadas pelo agronegócio, as importações chegaram a encolher 35,5% no mês de julho, acumulando uma queda de 10,5% nos sete primeiros meses do ano. Depois de um primeiro trimestre atipicamente forte, as compras do exterior começaram a registrar quedas acima de dois dígitos a partir de abril. Considerado o período entre abril e julho, o total apresenta queda de 21% na comparação com o ano anterior. As importações chegaram a US$ 46 bilhões, nível que, nos últimos dez anos, só foi alcançado em 2016.
- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Júlio Brizzi será líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza

  Terceiro vereador mais votado da Capital, Júlio Brizzi (PDT/CE) deve ser anunciado como líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza. parlamentar foi destaque nas urnas...

Projeto São José: R$ 325 milhões serão investidos para fortalecer ações produtivas

Em um evento virtual direto do Palácio da Abolição, o governador do Ceará, Camilo Santana lançou nesta terça-feira (26/01) os editais de seleção de...

Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas

  O governo federal vai pagar, na próxima quinta-feira (28/01), mais de R$ 248 milhões de auxílio emergencial para 196 mil pessoas. A portaria do Ministério da Cidadania...

Micro e pequenas empresas devem aderir ao Simples até sexta-feira (29)

        Termina na próxima sexta-feira (29/01) o prazo para a regularização e inscrição no Simples Nacional das micro e pequenas empresas que faturam até R$ 4,8 milhões...

Governo do Amazonas demite 2 após denúncias de ‘fura-fila’

      Um assessor técnico lotado na Casa Civil do Estado do Amazonas, imunizado com a primeira dose da vacina Coronavac, foi exonerado do cargo na...