20.3 C
Brasília
domingo, março 7, 2021

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Enem 2020: tudo o que você precisa saber sobre o segundo dia de prova

Leia Também

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

 

Neste domingo (24/01), mais de cinco milhões de estudantes participam do segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na tentativa de ter acesso a uma instituição de ensino superior. O exame, inicialmente agendado para novembro de 2020, foi adiado para janeiro por causa da pandemia mundial do novo coronavírus. Os postulantes às vagas nas faculdades e universidades terão cinco horas para responderem as questões sobre matemática e ciências da natureza, que englobam as disciplinas de química, física e biologia. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha. Os portões dos locais de prova serão abertos às 11:00 horas e 30 minutos e fechados às 13:00 horas. A prova começa às 13:00 horas e 30 minutos e termina às 18:00 horas e 30 minutos.

O que levar?

Por causa da pandemia, a máscara de proteção facial será item obrigatório para quem for prestar o exame. No momento da identificação do candidato, será necessário abaixar a máscara. Os órgãos de saúde recomendam que a parte da frente da máscara não deve ser tocada e as mãos devem ser higienizadas antes de recolocar o acessório. Os estudantes também devem levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente e documento oficial de identificação com foto, como carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, passaporte e carteira de trabalho emitida após 27 de janeiro de 1997.

Não são aceitas cópias de documentos, mesmo que autenticadas, nem documentos digitais apresentados eletronicamente. Também não valem para identificação documentos como certificado reservista, certidão de nascimento ou de casamento, título de eleitor, CNH em modelo anterior à Lei nº 9.503/1997, carteira de estudante, crachás de identidade funcional de qualquer natureza. Quem perdeu os documentos pode apresentar Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação do exame. Esses candidatos serão submetidos a identificação especial, com coleta de informações pessoais.

É permitido levar álcool gel para higienização das mãos, lanche, água e outras bebidas – com exceção das alcóolicas, é claro. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, responsável pela aplicação do Enem, recomenda que os alunos levem o Cartão de Confirmação da Inscrição. O documento pode ser acessado na Página do Participante, pelo link enem.inep.gov.br/participanteContinue

O que não levar?

Durante o exame, os candidatos não podem portar nenhum aparelho eletrônico, como telefone celular, tablet, fone de ouvido, smartwatch, calculadora, agenda eletrônica, ipod, gravador, pen drive, mp3, chaves com alarme, etc. Também não é permitido o uso de relógio, óculos escuros, protetor auricular, boné, chapéu, viseira, gorro ou similares.

Na lista de itens proibidos também estão caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borracha, régua, corretivo, livros ou anotações. Esses objetos, caso o estudante leve para o exame, devem ser colocados dentro de um envelope, fornecido pelo aplicador de prova. O edital não proíbe que o aluno leve bolsa ou mochila, mas elas não podem ser acessadas durante a prova.

COVID-19

 

No domingo passado, primeiro dia de prova, candidatos foram barrados em 11 locais de prova porque salas estavam lotadas e não era possível garantir o distanciamento. Portanto, mais do que nunca, neste ano a recomendação é para que os estudantes cheguem cedo. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP informou que os candidatos barrados na semana anterior podem fazer a prova deste domingo normalmente e pedir a reaplicação da primeira parte do exame. Ou, se quiserem, podem deixar de comparecer neste domingo e requerer a reaplicação das duas provas.

O pedido de reaplicação deve ser feito entre os dias 25 e 29 de janeiro de 2021, na Página do Participante. Os casos serão analisados individualmente e a reaplicação ocorrerá em 23 e 24 de fevereiro. Candidatos com sintomas de COVID-19 ou outra doença infectocontagiosa (como coqueluche, difteria, meningite, varíola, poliomielite, sarampo, rubéola, varicela, entre outras) também devem solicitar a participação na reaplicação, mediante a apresentação de laudo médico.

No documento digital, em formato PDF, PNG ou JPG, com tamanho máximo de 2MB, deve constar o nome completo do candidato, o diagnóstico com a descrição da condição, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID), além da assinatura e da identificação do profissional competente, com o respectivo registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou de órgão competente, assim como a data do atendimento.

A orientação do Inep é que pessoas com sintomas não compareçam aos locais de prova. Quem se sentir mal durante a prova e não conseguir concluí-la não pode pedir reaplicação. Em caso de quaisquer dúvidas, além do site do INEP, o candidato pode fazer contato pelo telefone 0800 – 616161.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...

Brasil: até abril, 77% dos vacinados no país vão receber a Coronavac

    Até o final de março, 77% das vacinas contra COVID-19 disponíveis no Brasil serão entregues pelo Instituto Butantan. São as Coronavac, chamadas por Jair...