20.3 C
Brasília
quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Érika Amorim quer homenagear pessoas e empresas que contribuem com a causa da infância no Ceará

Leia Também

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que abre caminho para a privatização dos Correios

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro entregou na quarta-feira (24/02) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios. Bolsonaro foi...

Senado brasileiro vai cobrar de Itaipu que abra “caixa preta” dos salários

  O presidente da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, senador José Reguffe (Podemos-DF), afirmou nesta quarta-feira (24/02) que vai cobrar oficialmente da Itaipu...

Moraes autoriza Daniel Silveira a participar de reuniões do Conselho de Ética

  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, autorizou nesta quarta-feira (24/02), o deputado federal Daniel Silveira (PSL/RJ) a participar, por meio de videoconferência, das...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

 

Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará Projeto de Indicação nº 27/2020, de autoria da deputada Érika Amorim (PSD/CE), que institui o selo “Empresa Amiga da Criança e do Adolescente” e o selo “Amigo da Criança e do Adolescente”, para homenagear, respectivamente, pessoas jurídicas e físicas que contribuem, voluntariamente, com iniciativas relativas ao atendimento da criança e do adolescente no Estado.
 
De acordo com a proposta, os selos serão concedidos em forma de diploma, constando o nome da empresa ou pessoa física, devidamente assinados pelo governador do Ceará. “A empresa que possuir o selo Empresa Amiga da Criança e do Adolescente poderá usá-lo em publicidade com finalidade comercial e como exemplo de responsabilidade social”, pontuou a parlamentar.
 
Para ela, a entrega dos selos tem por objetivo reconhecer, divulgar e estimular ações de iniciativa da sociedade civil em benefício das crianças e adolescentes. “Ações de assistência social devem ser reconhecidas, estimuladas e divulgadas pelo poder público com vistas à inclusão. É um gesto simples e nobre. Nossas crianças merecem e são prioridade absoluta”, destacou.
 
O projeto está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação do Legislativo. Caso aprovado, seguirá para outras quatro comissões relacionadas ao tema para, em seguida, ser votado em plenário. Caso aprovado na Casa, caberá ao Governador Camilo Santana encaminhá-lo novamente à Assembleia, por meio de uma mensagem para apreciação e, posteriormente, promulgação.
 
 
Fonte: Jornalistas Arituza Timbó/Guilherme Paiva
- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que abre caminho para a privatização dos Correios

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro entregou na quarta-feira (24/02) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios. Bolsonaro foi...

Senado brasileiro vai cobrar de Itaipu que abra “caixa preta” dos salários

  O presidente da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, senador José Reguffe (Podemos-DF), afirmou nesta quarta-feira (24/02) que vai cobrar oficialmente da Itaipu...

Moraes autoriza Daniel Silveira a participar de reuniões do Conselho de Ética

  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, autorizou nesta quarta-feira (24/02), o deputado federal Daniel Silveira (PSL/RJ) a participar, por meio de videoconferência, das...

Brasil registra 1.428 óbitos e 66 mil casos de COVID-19 nas últimas 24 horas

  O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (24/02). O país registrou 1.428 mortes nas últimas 24...