Evo Morales rejeita fraude nas eleições e fala em pacificar a Bolívia

0

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales Ayma rejeitou as denúncias de fraude eleitoral e afirmou que sua renúncia ao cargo no último dia 10 não foi por covardia, mas para evitar derramamento de sangue no país, em entrevista ao jornal mexicano El Universal Online, reproduzida pelo jornal O Globo.

Evo Morales está exilado no México desde terça-feira (12/11), voltou a declarar que está pronto para voltar à Bolívia com objetivo de pacificar o país e organizar novas eleições, nas quais está disposto a não ser candidato – isso se a Assembleia do país não aceitar a renúncia que apresentou no domingo passado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui