20.3 C
Brasília
domingo, março 7, 2021

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Governo Federal que aumentar tíquete médio do Bolsa Família para R$ 200,00

Leia Também

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Homem é morto a marteladas pelo próprio filho em São Paulo

  Em São Paulo , na Freguesia do Ó, Igor Fanti, de 21 anos, foi preso após matar seu pai, Vicente Dias Fanti, de 63 anos, a marteladas. Filho...

Pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão é aprovado pelo Senado dos EUA

  O Senado dos EUA aprovou, neste sábado (06/03), um pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, uma das medidas centrais da estratégia do governo de...

Profecia de Bolsonaro, de que vírus acaba até dezembro, depende de sua renúncia

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vem dizendo, desde abril do ano passado, que a pandemia está acabando. Na sexta-feira (05/03), reforçou a...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello
bolsa 1 Governo Federal que aumentar tíquete médio do Bolsa Família para R$ 200

 

 

O governo federal espera ampliar o tíquete médio do Bolsa Família para ao menos R$ 200,00 com a reforma do programa que deve ser apresentada em fevereiro, afirmou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, em entrevista à CNN Rádio. “Cinco milhões de famílias ganham em torno de R$ 80,00 por mês. Esse valor vai aumentar. Estamos trabalhando para todos que estão no Bolsa – hoje o tíquete médio é R$ 190,00 mensal – e queremos que supere a marca de R$ 200,00 por mês para todos, corrigindo as deformidades que tem o programa”, disse o ministro.

Ele afirmou que as propostas de alterações já foram concluídas por sua pasta e enviadas para a Casa Civil, onde o projeto passa por análise dos demais ministérios envolvidos no programa. “Acredito que nos primeiros dias de fevereiro já tenhamos condição de fazer a apresentação tanto do novo Bolsa Família quanto do programa de microcrédito digital”, completou, ressaltando que as duas medidas devem acontecer após eleição do novo presidente da Câmara Federal.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Governador do RS determina o que cidadão pode ou não comprar no supermercado

  A venda de "produtos não essenciais" estará proibida nos supermercados do Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (08/03). A restrição foi anunciada...

Homem é morto a marteladas pelo próprio filho em São Paulo

  Em São Paulo , na Freguesia do Ó, Igor Fanti, de 21 anos, foi preso após matar seu pai, Vicente Dias Fanti, de 63 anos, a marteladas. Filho...

Pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão é aprovado pelo Senado dos EUA

  O Senado dos EUA aprovou, neste sábado (06/03), um pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, uma das medidas centrais da estratégia do governo de...

Profecia de Bolsonaro, de que vírus acaba até dezembro, depende de sua renúncia

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vem dizendo, desde abril do ano passado, que a pandemia está acabando. Na sexta-feira (05/03), reforçou a...

PEC do auxílio emergencial prevê abater R$ 100 bilhões da dívida pública

  O Congresso deve liberar mais de R$ 100 bilhões que estão presos no caixa do governo para o abatimento da dívida pública. A Proposta de Emenda...