20.3 C
Brasília
quinta-feira, março 4, 2021

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

Ministério da Saúde diz que distribuirá 258,4 milhões de doses de vacina

Leia Também

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

Estado de São Paulo entra na fase vermelha à meia-noite de sábado (06)

  O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira (03/03), o novas diretrizes para o Plano São Paulo. A partir das 0:00 horas...

Câmara aprova programa emergencial para setor de eventos

  A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (03/03) o projeto de lei que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos - PERSE. Os deputados chegaram a aprovar o texto-base na terça-feira...

Rede que vendia vacinas falsas da COVID-19 é desmontada na África do Sul e China

  Uma rede de distribuição global de vacinas falsas contra as infecções do novo coronavírus foi desmantelada na África do Sul e na China e,...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

O Ministério da Saúde diz que deve distribuir 258,4 milhões de doses das vacinas contra a COVID-19 nos próximos meses. O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros, disse nessa terça-feira (22/12) que os imunizantes chegarão a partir de janeiro, mas as datas ainda não foram definidas. O governo tem apenas 2 contratos firmados.

De acordo com Medeiros as 258,4 milhões de doses são compostas por:

  • Consórcio Covax Facility – 43 milhões
  • Oxford/Astrazeneca – 100,4 milhões
  • Pfizer – 70 milhões
  • Coronavac – 46 milhões

Da lista de vacinas divulgadas, apenas a Pfizer tem aprovação de algum órgão regulador até agora para ser aplicada. O imunizante da Astrazeneca, maior aposta do governo até agora, teve problemas ao divulgar os seus testes de eficácia. A vacina Coronavac, já criticada pelo presidente Bolsonaro, deve ter testes de eficácia divulgados nesta quarta-feira (23/12). Medeiros disse que há uma negociação em andamento para ampliar o contrato da Coronavac para 100 milhões de doses. 

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que vai fabricar a vacina de Oxford, pretende entregar 1 milhão de doses na segunda semana de fevereiro. Segundo a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, a meta, depois de entregar a primeira leva, é produzir 700 mil doses diárias do imunizante, que é fabricado em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica Astrazeneca.

 

 

Com exceção da Coronavac, o governo federal deve receber as vacinas dos outros fabricantes só a partir do final do 1º trimestre de 2021. No caso da vacina da Pfizer, o memorando assinado com a empresa (documento de intenção que antecede o contrato de aquisição da vacina), estão estipuladas apenas 2 milhões de doses até março. O governo federal só tem 2 contratos firmados até agora: com a AstraZeneca e com o Covax, um consórcio internacional de compra de vacinas.

Fonte: Poder 360

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Senado aprova em 1º turno a PEC Emergencial, que recria auxílio emergencial

  O Senado aprovou na quarta-feira (03/03), em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição Emergencial - PEC, com medidas de controle dos gastos públicos e...

Estado de São Paulo entra na fase vermelha à meia-noite de sábado (06)

  O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou na quarta-feira (03/03), o novas diretrizes para o Plano São Paulo. A partir das 0:00 horas...

Câmara aprova programa emergencial para setor de eventos

  A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (03/03) o projeto de lei que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos - PERSE. Os deputados chegaram a aprovar o texto-base na terça-feira...

Rede que vendia vacinas falsas da COVID-19 é desmontada na África do Sul e China

  Uma rede de distribuição global de vacinas falsas contra as infecções do novo coronavírus foi desmantelada na África do Sul e na China e,...