20.3 C
Brasília
domingo, março 7, 2021

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

OEA enviará observadores que devem acompanhar eleições de outubro

Leia Também

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

A pouco mais de um mês das eleições, uma missão precursora de observadores estrangeiros designada pela Organização dos Estados Americanos (OEA) desembarcará em Brasília. Nos próximos dias 22, 23 e 24 a responsável pela missão, a ex-presidente da Costa Rica Laura Chinchila, e equipe terrão uma série de reuniões para definir os trabalhos no período de 07 a 28 de outubro de 2018, quando ocorrem o primeiro e o segundo turnos.

Para especialistas em direito eleitoral, a presença dos observadores é interpretada como uma forma de aperfeiçoamento do sistema e também de futura cooperação para adoção de medidas que considerem essenciais no processo.

 

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo...

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

  Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes...

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

  O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido "em breve". Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será...

China registra aumento recorde nas exportações no início de 2021

  As exportações da China cresceram 60,6% no primeiro bimestre deste ano na comparação com janeiro e fevereiro de 2020, de acordo com dados anunciados...

Brasil: até abril, 77% dos vacinados no país vão receber a Coronavac

    Até o final de março, 77% das vacinas contra COVID-19 disponíveis no Brasil serão entregues pelo Instituto Butantan. São as Coronavac, chamadas por Jair...