20.3 C
Brasília
segunda-feira, abril 12, 2021

Segundo site, Pazuello terá novo cargo no Planalto

  Após deixar o Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello vai assumir um novo cargo no Palácio do Planalto. A informação é de O Antagonista. De acordo com o site,...

Pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão é aprovado pelo Senado dos EUA

Leia Também

Segundo site, Pazuello terá novo cargo no Planalto

  Após deixar o Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello vai assumir um novo cargo no Palácio do Planalto. A informação é de O Antagonista. De acordo com o site,...

“Ministro é executor de decisões do presidente”, diz Mourão sobre novo ministro

  Nesta terça-feira (16/03), o vice-presidente Hamilton Mourão declarou que qualquer um que ocupe o cargo de ministro é "executor" das decisões tomadas pelo presidente da República....

Congresso promulga PEC Emergencial, que viabiliza retomada do auxílio emergencial

  O Congresso Nacional promulgou em sessão solene nesta segunda-feira (15/03) a Proposta de Emenda à Constituição conhecida como PEC Emergencial, que viabiliza a volta...

Pazuello vai pedir pra sair

    O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vai trocar nos próximos dias o comando do Ministério da Saúde, hoje a cargo do general Eduardo Pazuello....
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Biden vai propor pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão nos EUA | Mundo | Valor Econômico

 

Senado dos EUA aprovou, neste sábado (06/03), um pacote de estímulo de US$ 1,9 trilhão, uma das medidas centrais da estratégia do governo de Joe Biden para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. O plano tem alterações em relação ao texto aprovado pela Câmara na semana passada, e por isso terá que retornar à Casa antes de ser sancionado por Biden. Foram 50 votos a favor e 49 contra, divididos em linhas partidárias, com democratas defendendo a proposta e republicanos a rejeitando. A votação foi marcada por manobras da minoria republicana para atrasar ao máximo a decisão final.

Elas consistiram em dezenas de emendas, que precisam ser votadas uma a uma, além de uma moção na quinta-feira (04/03) exigindo que as 628 páginas do projeto fossem lidas em plenário, uma tarefa que levou quase 11:00 horas para ser concluída. Já na sexta-feira (05/03), o impasse em torno do voto crucial de um senador democrata, Joe Manchin, no trecho sobre os benefícios a desempregados, também atrasou o processo por muitas horas. Ele ameaçou votar com os republicanos, que defendiam um valor menor para o aumento emergencial no benefício (US$ 300, ao invés de US$ 400), além de um prazo igualmente reduzido para esse adicional — se tivesse se unido à oposição, seria mais uma mudança crucial no projeto.

Após uma longa série de negociações, ele se juntou aos colegas de partido, abrindo caminho para a retomada da sessão. Essa estratégia é uma espécie de tradição em votações do tipo no Senado, e muito embora tenha poucas chances de sucesso no resultado, ela pode enfraquecer algumas posições governistas e mesmo obter concessões inesperadas. No caso da votação do estímulo, ela serviu apenas para atrasar o processo e talvez garantir material para ser usado em propagandas políticas dos envolvidos.

Fonte: Economia – iG

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Segundo site, Pazuello terá novo cargo no Planalto

  Após deixar o Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello vai assumir um novo cargo no Palácio do Planalto. A informação é de O Antagonista. De acordo com o site,...

“Ministro é executor de decisões do presidente”, diz Mourão sobre novo ministro

  Nesta terça-feira (16/03), o vice-presidente Hamilton Mourão declarou que qualquer um que ocupe o cargo de ministro é "executor" das decisões tomadas pelo presidente da República....

Congresso promulga PEC Emergencial, que viabiliza retomada do auxílio emergencial

  O Congresso Nacional promulgou em sessão solene nesta segunda-feira (15/03) a Proposta de Emenda à Constituição conhecida como PEC Emergencial, que viabiliza a volta...

Pazuello vai pedir pra sair

    O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro vai trocar nos próximos dias o comando do Ministério da Saúde, hoje a cargo do general Eduardo Pazuello....

Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 40 milhões

  Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.352 da Mega-Sena, realizado na noite de sábado (13/03) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê,...