20.3 C
Brasília
domingo, junho 13, 2021

Segundo site, Pazuello terá novo cargo no Planalto

  Após deixar o Ministério da Saúde, Eduardo Pazuello vai assumir um novo cargo no Palácio do Planalto. A informação é de O Antagonista. De acordo com o site,...
Início Site Página 3

INEP publica resultado das análises de recursos do Revalida

0
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP disponibilizou, em seu site, os resultados das análises dos recursos contra o resultado provisório da prova escrita discursiva, referentes ao Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2020. Os resultados das provas objetiva e discursiva e o status de aprovação na primeira etapa do exame foram publicados dia 5 no Sistema Revalida.
 
Segundo o INEP, somente os aprovados na primeira etapa podem participar da segunda. “Uma novidade desta edição é que, se o médico formado no exterior reprovar na segunda etapa, ele poderá se reinscrever diretamente nessa fase, nas duas edições consecutivas. Anteriormente, era necessário realizar todo o processo desde o início. Cronograma, diretrizes e procedimentos da segunda etapa serão publicados, em breve, em edital próprio”, informa o INEP.

Fachin anula condenações de Lula relacionadas à Lava Jato; ex-presidente volta a ser elegível

0

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, anulou nesta segunda-feira (08/03) todos as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça Federal no Paraná relacionadas às investigações da Operação Lava Jato. Com a decisão, o ex-presidente Lula recupera os direitos políticos e volta a ser elegível. Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e das doações ao Instituto Lula.

Segundo o ministro a 13ª Vara Federal de Curitiba não era o “juiz natural” dos casos. Agora, os processos serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, à qual caberá dizer se os atos realizados nos três processos podem ou não ser validados e reaproveitados. “Com a decisão, foram declaradas nulas todas as decisões proferidas pela 13ª Vara Federal de Curitiba e determinada a remessa dos respectivos autos para à Seção Judiciária do Distrito Federal”, diz texto de nota à imprensa do gabinete do ministro. A decisão atinge o recebimento de denúncias e ações penais.

Fonte: G1

FUNASA assina ordens de serviço que garantem obras de abastecimento de água em quatro municípios

0

 

A FUNASA assinou nesta segunda-feira (08/03) ordens de serviço do Programa Saneamento Brasil Rural para obras de abastecimento de água em quatro municípios cearenses: Abaiara, Aratuba, Chorozinho e Pacajus. A solenidade foi totalmente virtual e assegurou investimentos de R$ 733,2 mil para as comunidades rurais dos quatro municípios.
 
Ao todo, serão para o Ceará R$ 88 milhões, conquistados pelo deputado federal

Domingos Neto, que representam 1.000 poços profundos, 100 sistemas de abastecimento de água e perfuração de poços, e a instalação de 114 poços. “O início dessas obras é imediato e as comunidades logo poderão ter acesso mais facilitado à água de qualidade. Isso é muito gratificante”, destacou Domingos Neto.
 
“Esse programa visa melhorar a vida do homem do campo. Levar cidadania e dignidade à quem mais precisa”, destaca Marlos Costa, superintendente da Funasa do Ceará. “Estamos presentes em mais de 4.500 cidades brasileiras para levar mais saúde e melhores condições de vida, principalmente para as localidades mais distantes”, explicou o presidente da FUNASA, Giovane Gomes.
 
 
Fonte: Jornalista Christianne Sales

Em reunião com Pfizer, governo acerta 14 milhões de doses até junho

0

Ev9lEBfXEAEMXhs 600x400 1 Em reunião com Pfizer, governo acerta 14 milhões de doses até junho

 

O governo brasileiro acertou, nesta segunda-feira (08/03), com a Pfizer, a antecipação de 5 milhões de doses da vacina contra a COVID-19 para o primeiro semestre de 2021, totalizando 14 milhões de doses do imunizante. O assessor do Ministério da Saúde, Airton Soligo, informou que o volume total de 99 milhões de doses em 2021 se mantém, mas haverá uma antecipação da entrega. “Tínhamos uma previsão da Pfizer de 99 milhões de vacinas esse ano. O que prevê o contrato: 2 milhões em maio, 7 milhões em junho e 10 milhões até o início do último trimestre. O que presidente da Pfizer garantiu ao presidente Bolsonaro hoje: a antecipação de 5 milhões do segundo semestre para maio e junho”, informou Soligo. “Ou seja, dos 9 milhões que nós tínhamos previsto, se incorporarão mais 5 milhões de doses, passando para 14 milhões“, continuou.

O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro e ministros de Estado se reuniram esta manhã, por videoconferência, com o CEO da Pfizer, Albert Bourla. O encontro não estava previsto na agenda oficial das autoridades. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a Pfizer aumentou a produção diária de 1,5 milhão para 5 milhões, o que permitiu essa antecipação. “Nossa grande luta, grande guerra, como economia e saúde andam juntas, é antecipar a vacinação em massa. Então, todo o esforço é para antecipar”, disse Guedes.

No fim de fevereiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA concedeu registro definitivo à vacina contra COVID-19 produzida pela Pfizer/Biontech. O imunizante é o primeiro desta modalidade aceito no Brasil – os anteriores foram outorgados em caráter de uso emergencial. Segundo o ministro, o acordo está fechado, mas ainda não há assinatura do contrato. “Está fechado, agora vão escrever, assinar”. “Está havendo uma disputa muito grande. A Europa está ameaçando proibir exportações da produção da Pfizer na Europa, então tem restrições, porque todos querem vacinar suas populações”, continuou.

Fonte: Metrópoles

Governadores se reúnem com Pazuello por pacto nacional nesta segunda (08)

0

7jan2021 o ministro da saude general eduardo pazuello durante coletiva no palacio do planalto Governadores se reúnem hoje com Pazuello por pacto nacional

 

Governadores de 21 estados e do Distrito Federal manifestaram posição favorável, neste domingo (07/03), à criação de um “pacto nacional” com medidas restritivas e preventivas que ajudem a atenuar o pico da pandemia de COVID-19 registrado nas últimas semanas.

Nesta segunda (08/03), os governadores devem se reunir no Rio de Janeiro com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e representantes da FIOCRUZ para discutir as estratégias de enfrentamento ao vírus e a necessidade de maior agilidade na vacinação. O país aplicou doses em apenas 3,88% da população até o momento.

O balanço sobre os estados que devem aderir ao pacto é do governo do Piauí – o governador Wellington Dias (PT) comanda o fórum dos gestores estaduais. Segundo a assessoria de Dias, a consulta continua em aberto para a adesão dos cinco governadores restantes.

Até as 21:00 horas deste domingo, ainda não haviam aderido ao “pacto”:

governador do Acre, Gladson Cameli (PP);
governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB);
governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL);
governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL);
governador de Tocantins, Mauro Carlesse (DEM).

Adesão ao pacto

Confira abaixo a lista dos governadores que, segundo o governo do Piauí, aderiram à proposta de um pacto nacional com medidas restritivas para frear a pandemia:

governador do Alagoas, Renan Filho (MDB);
governador do Amapá, Waldez Góes (PDT);
governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC);
governador da Bahia, Rui Costa (PT);
governador do Ceará, Camilo Santana (PT);
governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB);
governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB);
governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM);
governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB);
governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM);
governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo);
governador do Pará, Helder Barbalho (MDB);
governador da Paraíba, João Azevedo (PSB);
governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD);
governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB);
governador do Piauí, Wellington Dias (PT);
governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro (PSC);
governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT);
governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB);
governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL)
governador de São Paulo, João Doria (PSDB);
governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD).

Fonte: G1

Homenagem do deputado estadual Tin Gomes a todas as mulheres!

0

 

Hoje (08/03) é dia de homenagear todas as mulheres do mundo, em especial as cearenses. Fonte de amor e sensibilidade, elas também nos revelam o real significado da palavra força. À elas também somos gratos pelo dom mais importante, que é o da vida. Sintam-se abraçadas nesse dia especial. Vocês merecem todo nosso reconhecimento por tudo que representam

Petrobras informa sobre indicação de Conselheiros pela União

0

 

NOTA À IMPRENSA
08 de março de 2021
 
A Petrobras recebeu ofícios do Ministério de Minas e Energia e do Ministério da Economia com seis indicações para a próxima Assembleia Geral Extraordinária, para exercerem a função de membros do Conselho de Administração da companhia. Os indicados são:

1 – Eduardo Bacellar Leal Ferreira – Presidente do Conselho

2 – Joaquim Silva e Luna

3 – Ruy Flaks Schneider

4 – Márcio Andrade Weber

5 – Murilo Marroquim de Souza

6 – Sonia Julia Sulzbeck Villalobos (indicada pelo Ministério da Economia, nos termos do parágrafo único do artigo 31 da Lei nº 13.844/2019)

A União ainda pode realizar mais duas indicações de membros ao Conselho de Administração da companhia.

Eduardo Leal Ferreira é atualmente Presidente do Conselho de Administração da Petrobras. É Almirante de Esquadra da Reserva e foi Comandante da Marinha do Brasil até janeiro de 2019, tendo, portanto, chegado ao topo de sua carreira. Além da Escola Naval, Eduardo Leal Ferreira fez cursos de pós-graduação na Escola de Guerra Naval do Brasil e na Academia de Guerra Naval do Chile. Entre os cargos que exerceu cabe citar o de Capitão dos Portos do Rio de Janeiro e Diretor de Portos e Costas, quando teve a oportunidade de aprofundar ligações com as atividades offshore ligadas à indústria do petróleo. Foi também Comandante da Escola Naval, da Escola Superior de Guerra e Comandante-em-Chefe da Esquadra Brasileira. No exterior, serviu no Chile e foi instrutor da Academia Naval de Annapolis (Escola Naval da Marinha Americana).

Joaquim Silva e Luna é atualmente Diretor-Geral brasileiro da Itaipu Binacional. É General de Exército da reserva e serviu no Ministério da Defesa de março de 2014 a janeiro de 2019, como Secretário-Geral do Ministério e como Ministro da Defesa. Além da Academia Militar das Agulhas Negras, onde se graduou na Arma de Engenharia, Joaquim Silva e Luna, fez doutorado em Ciências Militares, mestrado em Operações Militares, pós-graduação em Projetos e Análise de Sistemas pela Universidade de Brasília e em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército, curso de Oficial de Comunicações, realizado na Escola de Comunicações e curso de Guerra na Selva, realizado no Centro de Instrução de Guerra na Selva. Nos seus 45 anos de serviços ao Exército, sendo 12 anos como Oficial General da ativa: como General de Brigada foi Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, em Tefé-AM e Diretor de Patrimônio, em Brasília-DF; como General de Divisão foi Chefe do Gabinete do Comandante do Exército, em Brasília-DF; e como General de Exército foi Chefe do Estado-Maior do Exército, em Brasília-DF. Foi Conselheiro da Amazônia Azul Tecnologia de Defesa S.A. (AMAZUL) por três anos. No exterior foi membro da Missão Militar Brasileira de Instrução e Assessor de Engenharia na República do Paraguai como instrutor nas Escolas de graduação, pós-graduação e doutorado; e Adido de Defesa, da Marinha, do Exército e da Aeronáutica no Estado de Israel.

Ruy Schneider é engenheiro industrial mecânico e de produção formado pela PUC-RIO, além de Master of Sciences em Engineering Economy pela Stanford University. Oficial da reserva da Marinha, cursou a Escola Superior de Guerra. Fundou na PUC-RIO o Departamento de Engenharia Industrial, tornando-se seu primeiro diretor e estabelecendo o primeiro programa de mestrado em Engenharia Industrial no Brasil. Com diversos artigos publicados, atua como palestrante, no Brasil e no exterior. Acumulou vasta experiência, tanto como executivo, quanto como membro de Conselhos de Administração e Fiscal de grandes empresas, entre elas a Xerox do Brasil S.A., Banco Brascan de Investimento S.A., Banco de Montreal S.A.-MontrealBank, Grupo Multiplan e INB Indústrias Nucleares do Brasil. O Sr. Ruy Schneider atuou como membro do Conselho consultivo do mercado de capitais do Banco Central, participando do assessoramento na elaboração do programa de conversão de dívida externa. É presidente do Conselho de Administração da Eletrobrás e da Liga da Reserva Naval do Brasil. Criador do primeiro fundo de pensão multipatrocinado e introdutor no Brasil dos fundos de Contribuição Definida.

Márcio Andrade Weber é engenheiro civil formado pela UFRGS, com especialização em engenharia de petróleo pela Petrobras. Ingressou na Petrobras em 1976 onde trabalhou por 16 anos, tendo sido um dos pioneiros no desenvolvimento da Bacia de Campos, e ocupou em seguida diversos cargos gerenciais e diretivos entre os quais se destacam atividades no exterior, na área internacional da Petrobras, em Trinidad, Libia e Noruega. Foi membro da Diretoria de Serviços da Petrobras Internacional (Braspetro) e Diretor da Petroserv S.A., desenvolvendo a participação da companhia nas atividades de E&P, navegação de apoio e sondas de perfuração para águas profundas. Foi responsável como CEO da empresa BOS navegação (JV entre Petroserv e duas companhias estrangeiras) pela construção em estaleiros nacionais de 4 rebocadores de apoio. Paralelamente, como diretor da Petroserv participou na construção e operação de 4 plataformas de perfuração para águas profundas, unidades estas que entre seus clientes se encontram a Shell e a ENI (Indonesia). Atualmente presta assessoria ao grupo PMI que opera as referidas unidades.

Murilo Marroquim de Souza é formado em geologia pela Universidade Federal de Pernambuco, com mestrado em geofísica pela Universidade de Houston, Texas, nos Estados Unidos. Trabalha na indústria de petróleo há 47 anos, tendo exercido atividades em mais de 20 países na América, Europa, África e Ásia. Atuou na Petrobras entre 1971 a 1994, onde ocupou diversas funções gerenciais na área de exploração e produção, tendo sido Diretor da Brasoil UK, em Londres, com atividades de exploração no Mar do Norte e outras Bacias. Foi Gerente Geral da IBM da Unidade de Soluções para Indústria de Petróleo na América Latina. Atuou como consultor, trabalhando para ANP em vários projetos, e na Ipiranga como Assessor para Exploração e Produção. De 2001 a 2011 foi Presidente da Devon Energy do Brasil (Ocean Energy) e desde 2011 é Presidente da Visla Consultoria de Petróleo, empresa de consultoria focada em projetos especiais para indústria de energia.

Sonia Julia Sulzbeck Villalobos é bacharel em administração pública e tem mestrado em administração de empresas com especialização em finanças, ambos na Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP-FGV). Sonia Villalobos tem mais de 30 anos de experiência no mercado acionário brasileiro, sendo a primeira pessoa na América do Sul a receber a credencial CFA em 1994. Sonia Villalobos trabalhou de 1985 a 1987 na Equipe DTVM, e de 1987 a 1989 no Banco Iochpe como analista de investimentos. De 1989 a 1996, no Banco Garantia como Chefe do Departamento de Análise de Investimentos, quando foi votada melhor analista do Brasil pela Revista Institutional Investor em 1992, 1993 e 1994. Trabalhou de 1996 a 2002 na Bassini, Playfair & Associates como responsável por private equity no Brasil, Chile e Argentina. De 2005 a 2011, trabalhou para Larrain Vial como gestora de fundos. De 2012 a 2016, Sonia Villalobos trabalhou como sócia fundadora e gestora dos fundos de ações na América Latina pela Lanin Partners. Desde 2016, é professora do Insper na pós-graduação Lato Sensu nas matérias de gestão de ativos e análise de demonstrações financeiras. Sonia Villalobos é membro do Conselho de Administração da Telefônica do Brasil e da LATAM Airlines Group S.A. Ela também atuou como membro do Conselho de Administração da TAM Linhas Aéreas, Método Engenharia (Brasil), Tricolor Pinturas e Fanaloza/Briggs (Chile), Milkaut e Banco Hipotecario (Argentina). Foi membro do Conselho de Administração da Petrobras de maio de 2018 até julho de 2020, eleita por acionistas detentores de ações preferenciais.

Fonte: Gerência de Imprensa / Comunicação e Marcas

Neste Dia Internacional da Mulher tem live!

0

 

Feliz demais por receber minha amiga Patrícia Aguiar para conversar sobre um tema que muito me orgulha: “Mulheres em destaque e a representatividade feminina na política“. Ter esse bate-papo no Dia Internacional da Mulher torna a nossa live ainda mais especial!


Conto com a participação de vocês a partir das 20:00 horas!
 
Nos nossos stories você pode ativar o sininho pra receber uma notificação quando a live estiver começando.
 

O petróleo caiu após atingir pandemia acima de US$ 70 após ataque saudita

0

 

 

Os preços do petróleo caíram na segunda-feira (08/03), depois de subir para mais de US$ 70 o barril pela primeira vez desde o início da pandemia COVID-19, após ataques a instalações de petróleo da Arábia Saudita. As forças houthis do Iêmen dispararam drones e mísseis contra o coração da indústria do petróleo saudita no domingo, incluindo uma instalação da Saudi Aramco em Ras Tanura, vital para as exportações de petróleo. Riyadh disse que não houve vítimas ou perda de propriedade. O Brent de referência subiu para US$ 71,38 por barril no início das negociações asiáticas, a maior alta desde 08 de janeiro de 2020. 

Em 1019 GMT, estava sendo negociado a US$ 30 centavos ou 0,4% a US$ 69,06. O petróleo bruto US West Texas Intermediate (WTI) caiu 22 centavos ou 0,3%, para US$ 65,87, após tocar em US$ 67,98 o barril, seu maior valor desde outubro de 2018. Os preços do Brent e do WTI subiram por quatro sessões consecutivas. “Não há relatos de danos duradouros ou interrupções nos fluxos de petróleo. O prêmio de risco de hoje irá desaparecer em breve”, disse Norbert Rucker, analista do banco suíço Julius Baer.

O ataque segue o movimento da semana passada da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, Rússia e seus aliados produtores de petróleo, conhecidos como OPEP +, para concordar em manter os cortes de produção, apesar do aumento dos preços do petróleo. Adicionando apoio, o Senado dos EUA aprovou um projeto de estímulo de US$ 1,9 trilhão, que deve impulsionar a demanda por combustível à medida que a economia se recupera. Os dados econômicos dos Estados Unidos e da China também foram positivos.

Fonte: Reuters

É preciso reduzir os subsídios na energia elétrica, diz ANEEL

0
Para que a energia elétrica chegue a nós, consumidores, são indispensáveis as atividades de três grandes agentes do setor: as geradoras, que produzem a energia, as transmissoras, que a transporta em alta tensão até os centros de distribuição, e as distribuidoras, que rebaixam a tensão e a entrega para consumo. A energia elétrica é o serviço mais universalizado do país, atingindo 99,5% dos lares brasileiros, mérito das 86 concessionárias e permissionárias de distribuição do país. Temos um parque gerador de energia predominantemente limpo, com baixo custo se comparado a outros países. Isto porque, dos 85% da energia limpa e renovável gerada no Brasil, cerca de 65% provém de hidrelétricas, sendo o restante eólica, biomassa, biogás e solar.
 
Para que o preço da energia, idealmente, fosse o mais baixo possível e para que houvesse financiamento da expansão da geração, o setor foi estruturado de forma a que a grande quantidade de energia para atender à demanda brasileira seja comercializada de forma centralizada, em leilões planejados pela Empresa de Pesquisa Energética – EPE, regulados e fiscalizados pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL – Brasil, ambas vinculadas ao Ministério de Minas e Energia, e realizados no âmbito da CCEE –  Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Para que esses leilões ocorram, as distribuidoras declaram suas necessidades de energia.
 
 
Fonte: Poder360

Palmeiras ‘mete bola’ no Grêmio e é tetracampeão da Copa do Brasil

0

 

Com a vitória para cima do Grêmio por 2 a 0, no domingo (07/03), no Allianz Parque, o Alviverde conquistou o título da Copa do Brasil e chegou ao seu terceiro título na temporada. Além da Copa do Brasil, a quarta do Palmeiras na história do clube (1998, 2012, 2015 e 2020), a equipe venceu também o Campeonato Paulista e a Copa Libertadores. Os gols que confirmaram o título foram marcados por Wesley e Gabriel Menino. No jogo de ida, o Alviverde já tinha vencido, também por 1 a 0, gol de Gustavo Gómez.

Humorista de ‘A Praça É Nossa’ morre por complicações do coronavírus

0

O humorista Kleber Lopes, intérprete do personagem Rick Marcos no programa “A Praça É Nossa“, do SBT, morreu morreu aos 39 anos na manhã deste domingo (07/03) em São Paulo, vítima de uma parada cardíaca ocasionada pela COVID-19, segundo a assessoria da emissora. Ator e bailarino, ele estava internado desde sábado (06/03) no Hospital Municipal de Urgência, em Guarulhos, na Grande São Paulo, por causa da piora do quadro de saúde. “O SBT presta solidariedade à família e aos amigos do ator, e deseja que Deus conforte sua família“, disse a emissora de Silvio Santos.

O perfil nas redes sociais do programa infantil “Turma da Alegria e Cia”, também do SBT, publicou uma homenagem a Kleber Lopes e citou “ensinamentos e amor” que ele transmitiu ao longo de sua passagem pela emissora. Estamos muito tristes por ter nos deixado, nosso desejo é que isso tudo seja apenas um pesadelo, porque sabemos que você não queria ir, mas também sabemos que você não foi completamente, em nós sempre vai ter um pouco de você, da sua alegria, do seu sorriso, dos seus ensinamentos e do seu amor por nós, nós nos tornamos melhores ao seu lado, você foi o melhor diretor, amigo e irmão”, diz o post.

“Tio Kleber, por quê?

“Gostaria de pedir a Deus te deixar mais um pouquinho aqui, mas agora Ele quer você ao lado dele ensaiando os anjinhos. Pode deixar que vamos te deixar orgulhosos aqui, sempre te amaremos, obrigado”.

Fonte: G1

Nova cédula de 1 milhão de bolívares venezuelanos vale menos que US$1dólar

0
2020 06 18t000000z 1014386177 rc2ubh9l99d9 rtrmadp 3 venezuela gold Nova cédula de 1 milhão de bolívares venezuelanos vale menos que US$ 1

 

A partir desta segunda-feira (08/03), as cédulas de 200.000, 500.000 e 1 milhão de bolívares venezuelanos começarão gradativamente a circular. Essas três novas notas não somam o equivalente a US$ 1 pelo câmbio oficial. A de um milhão, por exemplo, vale 0,50 centavos de dólar. Um quilo de tomate, oito pãezinhos, um refrigerante de 250 ml ou uma barra de sabão de baixa qualidade podem custar cerca de 1 milhão de bolívares em uma economia marcada pela inflação, que fechou 2020 em quase 3.000%, passando assim pelo quarto ano de hiperinflação.

“O problema em um ciclo hiperinflacionário é que a velocidade com que o Banco Central atualiza o cone monetário é muito mais lenta”, disse o economista Asdrúbal Oliveros. “O Banco Central [da Venezuela] acaba de lançar uma cédula que terá o valor mais alto que não chega a 65 centavos de dólar. Mesmo com essas novas cédulas é possível que não se consiga realmente otimizar o sistema de pagamentos”, observa.

Testes com remédio oral contra o coronavírus têm resultados promissores

0
Over 450 More COVID-19 Cases in Iowa ; More in BV County - Storm Lake Radio

 

A gigante farmacêutica Merck Sharp & Dohme – MSD e um laboratório americano anunciaram no sábado (06/03) que um medicamento oral contra a COVID-19 que estão desenvolvendo apresentou resultados positivos na redução da carga viral. “Sabendo que existe uma necessidade não satisfeita por tratamentos antivirais para o SARS-CoV-2, estes resultados preliminares nos animam”, disse Wendy Painter, diretora de medicamentos da Ridgeback Biotherapeutics, em um comunicado.

A MSD interrompeu o trabalho com duas vacinas contra a COVID-19 no fim de janeiro, mas continua pesquisando dois tratamentos contra a doença, inclusive o molnupiravir, desenvolvido com a empresa americana Ridgeback Bio. O remédio diminuiu significativamente a carga viral em pacientes depois de cinco dias de tratamento, informou a empresa neste sábado em uma reunião com especialistas em doenças infecciosas. A segunda fase de testes (os ensaios têm três fases antes de uma possível comercialização) foi realizada com 202 pacientes não hospitalizados sintomáticos de COVID-19.

Não houve alerta sobre a segurança e “dos quatro incidentes graves reportados, nenhum foi considerado em relação com o medicamento estudado”, destacou o laboratório. Os resultados deste estudo “são promissores“, afirmou William Fischer, um dos diretores da pesquisa e professor de medicina na Universidade da Carolina do Norte.

“Se forem reforçados com estudos adicionais, poderiam ter consequências importantes em termos de saúde pública, já que o vírus continua se espalhando e evoluindo no mundo”, acrescentou. Os primeiros resultados dos novos ensaios clínicos demonstram uma redução de mais de 50% no risco de morte ou de insuficiência respiratória em pacientes hospitalizados com formas moderadas a graves de COVID-19, informou o grupo no fim de janeiro.

Brasil e Israel assinam acordo de cooperação para conter pandemia

0
brasil israel Brasil e Israel assinam acordo de cooperação para conter pandemia

 

Brasil e Israel assinaram neste domingo (07/03) um acordo bilateral de cooperação na luta contra a pandemia da COVID-19 e em áreas, como tecnologia e segurança. O acordo foi selado durante um evento em Jerusalém com os respectivos ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo e Gabi Ashkenazi. “Além da parte médica, concordamos em trabalhar juntos nas áreas de tecnologia, inovação, segurança, agricultura, ciência e espaço. Ajudaremos o Brasil de todas as maneiras possíveis e estudaremos formas de aprofundar a pesquisa e desenvolvimento de medicamentos e outras soluções para lidar com o vírus”, anunciou Ashkenazi em uma aparição conjunta com o diplomata brasileiro. Araújo lidera a delegação brasileira em visita oficial a Israel até terça-feira (09/03). Entre eles está o deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro, que nos últimos anos fortaleceu os laços com o governo do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

A cerimônia começou com a assinatura de uma declaração conjunta dos dois ministros, que expressaram sua simpatia mútua e elogiaram os laços entre as autoridades israelenses e brasileiras. Araújo descreveu Israel como “um parceiro-chave em áreas absolutamente decisivas para o Brasil”, como novas tecnologias e a estratégia para enfrentar o coronavírus. “Israel está dando o exemplo liderando o caminho na vacinação e na luta contra a pandemia”, destacou o ministro. “O Brasil também tem iniciativas interessantes em termos de pesquisa e quer compartilhá-las. Queremos ser um parceiro [de Israel] para o desenvolvimento de vacinas e medicamentos”, acrescentou.

Ainda ontem, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que há uma vacina contra as infecções do novo coronavírus, sendo desenvolvida por cientistas brasileiros e que os resultados preliminares dos estudos serão apresentados ao governo israelense pela missão chefiada por Araújo. Está programado um encontro da delegação com Netanyahu amanhã. Mais da metade da população de Israel já recebeu pelo menos uma dose do imunizante fabricado pela farmacêutica americana Pfizer. 

O país lidera a campanha de vacinação mais rápida do mundo e pretende que a maioria de sua população de 9,2 milhões de habitantes seja inoculada até o final deste mês. O Brasil, por sua vez, aplica vacinas do laboratório chinês Sinovac e da anglo-sueca AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, com doses importadas e outras de produção local. A pandemia teve forte impacto no Brasil, cujo presidente se destacou como um dos líderes mundiais mais céticos quanto à sua gravidade. Até agora, o país está perto de 11 milhões de infecções e ultrapassou 264 mil mortes.

Fonte: R7

CONMEBOL e FIFA suspendem os jogos de março das Eliminatórias da América do Sul

0

 

O que já era dado como certo agora é oficial: estão suspensas as duas rodadas de março das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. A decisão foi tomada na manhã de sábado (06/03), numa reunião entre dirigentes da Conmebol Libertadores e o presidente da FIFA, Gianni Infantino.
 
Falta decidir quando estes jogos serão realizados. Tudo indica, neste momento, que as partidas serão realizadas em setembro e outubro de 2021. Nas duas rodadas de março, a seleção brasileira enfrentaria a Colômbia em Barranquilla e a Argentina no Recife. O motivo para a suspensão se deve pela pandemia do coronavírus e suas consequências. No caso, a não liberação de jogadores sul-americanos por parte dos clubes europeus.

CoronaVac pode não proteger de variante, ao contrário de Oxford, Covaxin, Pfizer e Moderna

0

A vacina chinesa desenvolvida pela Sinovac em parceira com o Instituto Butantan, a CoronaVac, pode ser ineficiente no combate à variante brasileira do novo coronavírus, segundo estudo publicado nesta semana. O resultado negativo foi apresentado em oito voluntários que não desenvolveram resposta imune à linhagem P.1 após serem vacinados. O mesmo estudo revelou que as vacinas produzidas pela Universidade de Oxford/AstraZeneca em parceria com a Fiocruz, bem como os imunizantes da Pfizer e da Moderna são eficientes contra a cepa de Manaus.

A FIOCRUZ tem trabalhado para produzir 3,8 milhões de doses que devem ser distribuídas ao Ministério da Saúde ainda este mês e integrar o Programa Nacional de Imunização (PNI). Também a vacina COVAXIN contra a COVID-19, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, é eficaz contra a variante britânica do novo coronavírus, considerada mais contagiosa e letal do que a de Wuhan.

Sinovac pode desenvolver imunizante

 

Segundo informou a agência de notícias Reuters, a pesquisa conduzida pela universidades de São Paulo e de Washington mostra que a variante da linhagem brasileira “pode escapar dos anticorpos neutralizantes induzidos pela CoronaVac”.

O presidente-executivo da Sinovac, Yin Weidong, cedeu entrevista à emissora estatal CGTN na última quinta-feira e afirmou que a farmacêutica pode desenvolver nova vacina que seja atuante contra as variantes do vírus.

Brasil poderá ter 6 tipos de vacina contra as infecções do coronavírus

0

 
Mais de 6,5 milhões de brasileiros já foram vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose da CoronaVac ou da vacina de Oxford, imunizantes que estão sendo aplicados no país a grupos restritos por meio de autorizações de uso emergencial concedidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. Cerca de 1,7 milhões já receberam a segunda dose, o que equivale a apenas 0,83% da população.
 
A Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ, no Rio de Janeiro, em parceria com a AstraZeneca, enviou o pedido de registro definitivo da vacina de Oxford para a ANVISA em 29 de janeiro. A agência tem um prazo de 60 dias para analisar a solicitação e, desde então, já se passaram 31 dias.
 
 
Fonte: R7

Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

0

rogerio e bolso Rogério Marinho e Bolsonaro no Patriotas

 

O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro avisou a aliados que anunciará seu novo partido “em breve“. Repetiu que o comando da sigla escolhida nos Estados será decidida por ele. Muito provavelmente o Partido escolhido por Bolsonaro será o Patriotas. O escolhido por ele para comandar a legenda será o Ministro do Desenvolvimento, Rogério Marinho. Que deverá ser o seu candidato ao Senado ou ao Governo do Estado.

Fonte: O GLOBO