20.3 C
Brasília
quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Bancada de congressistas do Ceará se reuniram para definir indicação de Emenda ao Orçamento Geral da União para o exercício de 2021

  Ocorreu na quarta-feira (24/02), de forma híbrida – parte dos parlamentares presentes em Brasília e outros por meio remoto, reunião da bancada de congressistas...

Polícia Federal faz operação em São Paulo contra fraude no INSS

Leia Também

Bancada de congressistas do Ceará se reuniram para definir indicação de Emenda ao Orçamento Geral da União para o exercício de 2021

  Ocorreu na quarta-feira (24/02), de forma híbrida – parte dos parlamentares presentes em Brasília e outros por meio remoto, reunião da bancada de congressistas...

Mega-Sena acumula, e próximo sorteio pode pagar R$ 50 milhões

  Nenhum apostador acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas na quarta-feira (24/02). O próximo concurso da Mega-Sena acontece no próximo sábado (27/02) . A estimativa é que o...

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que abre caminho para a privatização dos Correios

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro entregou na quarta-feira (24/02) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios. Bolsonaro foi...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello
policia federal 1 Polícia Federal faz operação em São Paulo contra fraude no INSS

 

 

A Polícia Federal deflagrou em São Paulo, na manhã desta terça-feira (23/02), a Operação Fiscela, com o objetivo de desarticular esquema de fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que gerou obtenção indevida de 40 benefícios previdenciários de auxílio-doença. Nesta manhã, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na capital paulista e realizados sequestros de valores de contas bancárias de 31 pessoas, conforme decisão da Primeira Vara Federal de Campinas.

Iniciadas em 2018, as investigações foram realizadas no âmbito da força-tarefa composta pela Polícia Federal e pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT). Durante as diligências, foram identificadas dezenas de pessoas empregadas que estavam simulando problemas de saúde e, com apresentação de documentação falsa, conseguiam obter o benefício de auxílio-doença previdenciário.

Até o momento, foram identificados 40 benefícios suspeitos, sendo que alguns investigados receberam o auxílio mais de uma vez. A força-tarefa estima que o pagamento dos benefícios fraudados tenha gerado prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil ao erário. Os investigados responderão pelos crimes de estelionato majorado, falsidade documental e ameaça. Somadas, as penas podem ultrapassar 10 anos de reclusão.

 

Fonte: Metrópoles

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Bancada de congressistas do Ceará se reuniram para definir indicação de Emenda ao Orçamento Geral da União para o exercício de 2021

  Ocorreu na quarta-feira (24/02), de forma híbrida – parte dos parlamentares presentes em Brasília e outros por meio remoto, reunião da bancada de congressistas...

Mega-Sena acumula, e próximo sorteio pode pagar R$ 50 milhões

  Nenhum apostador acertou as seis dezenas da Mega-Sena sorteadas na quarta-feira (24/02). O próximo concurso da Mega-Sena acontece no próximo sábado (27/02) . A estimativa é que o...

Bolsonaro entrega ao Congresso projeto que abre caminho para a privatização dos Correios

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro entregou na quarta-feira (24/02) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização dos Correios. Bolsonaro foi...

Senado brasileiro vai cobrar de Itaipu que abra “caixa preta” dos salários

  O presidente da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado, senador José Reguffe (Podemos-DF), afirmou nesta quarta-feira (24/02) que vai cobrar oficialmente da Itaipu...