20.3 C
Brasília
segunda-feira, março 1, 2021

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

Senado aprova MP que agiliza aprovação de uso emergencial de vacinas no Brasil

Leia Também

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

  Faturamento no quarto trimestre foi recorde e chegou a R$ 12,6 bilhões, crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2019   A Caixa Seguridade...

INEP divulga gabaritos da reaplicação do Enem. Resultado sai em março de 2021

    O Ministério da Educação (MEC) divulga, nesta segunda-feira (01/03), os gabaritos e os cadernos de questões da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Participantes...

Presidente Jair Bolsonaro pode privatizar empresas estatais por decreto

  Segundo especialistas, a maioria das estatais na lista não precisa do aval dos parlamentares e pode ser incluída no PND, a desejo do governo, por...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Resultado de imagem para Senado aprova MP que agiliza aprovação de uso emergencial de vacinas no Brasil

 

O Senado aprovou na quinta-feira (04/02) uma Medida Provisória que dá um prazo de até cinco dias para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA  autorize o uso emergencial de vacinas contra a COVID-19 que já possuam aval internacional. A MP aumenta a lista de autoridades sanitárias que servem de base para as aprovações da ANVISA. Até o momento, a agência considera órgãos dos EUA, da União Europeia, do Japão, da China e do Reino Unido.

Com a aprovação da medida, a ANVISA também passará a considerar órgãos de Canadá, Coreia do Sul, Rússia e Argentina. Sendo assim, autorizações emergenciais nesses países passarão a ser aceitos também no Brasil. O presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro ainda precisa sancionar essa Medida Provisória, que pode confirmar ou vetar mudanças feitas na MP original, de relatoria do deputado Geninho Zuliani (DEM/SP). O prazo de cinco dias é uma dessas alterações feitas no Congresso.

 

Fonte: informações são do Jornal Nacional

 

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Está ‘quase tudo certo’ para nova rodada do auxílio emergencial, diz Bolsonaro

  O presidente da República Jair Messias Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (01/03), que está "quase tudo certo" para o pagamento de uma nova rodada do auxílio emergencial....

  Faturamento no quarto trimestre foi recorde e chegou a R$ 12,6 bilhões, crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2019   A Caixa Seguridade...

INEP divulga gabaritos da reaplicação do Enem. Resultado sai em março de 2021

    O Ministério da Educação (MEC) divulga, nesta segunda-feira (01/03), os gabaritos e os cadernos de questões da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Participantes...

Presidente Jair Bolsonaro pode privatizar empresas estatais por decreto

  Segundo especialistas, a maioria das estatais na lista não precisa do aval dos parlamentares e pode ser incluída no PND, a desejo do governo, por...

Vacina totalmente nacional contra o coronavírus pode ficar pronta em um ano

  A UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais concluiu a primeira etapa da pesquisa de uma vacina contra o novo coronavírus. A novidade é...