Senadores ameaçam travar votações no Senado até que prisão em segunda instância seja apreciada

0

Senadores que querem reverter a decisão do Supremo Tribunal Federal – STF e retomar a prisão após condenação em segunda instância ameaçam obstruir as votações para pressionar o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre  (DEM/AP). Sem justificativa oficial, Alcolumbre cancelou a sessão de votações que havia marcado para a tarde desta segunda-feira (11/11) e tem evitado a imprensa desde quinta (07/11), quando o tribunal tomou a decisão que acabou beneficiando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 
O parlamentar transferiu para a residência oficial uma reunião que teria na presidência do Senado Federal. Ele tem sinalizado não estar disposto a bater de frente com a decisão do Supremo. Um grupo de 43 senadores (53% do total) que já havia assinado uma carta a favor da manutenção da prisão em segunda instância destinada ao presidente do STF, ministro Dias Toffoli, quer ver a PEC (proposta de emenda à Constituição) do Senador Oriovisto Guimarães (Podemos/PR) votada em plenário até a semana que vem.

Uma ala do grupo quer que Alcolumbre aprecie a matéria já nesta terça-feira (12/11), mesmo sem um relatório aprovado pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), que pode ser apresentado em plenário.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here