20.3 C
Brasília
quinta-feira, fevereiro 25, 2021

Crateús: Deputada Aderlânia homenageia Pequeno Jacob com Centro de Esportes

      Foi aprovado, nesta quinta-feira (25/02), na Assembleia Legislativa do Ceará, o Projeto de Lei 422/2019, de autoria da deputada Aderlânia Noronha (SD/CE), que denomina...

Vacinação no Brasil vai acabar em 2024 mantendo o ritmo atual, segundo a Fiocruz

Leia Também

Crateús: Deputada Aderlânia homenageia Pequeno Jacob com Centro de Esportes

      Foi aprovado, nesta quinta-feira (25/02), na Assembleia Legislativa do Ceará, o Projeto de Lei 422/2019, de autoria da deputada Aderlânia Noronha (SD/CE), que denomina...

Câmara aprova admissibilidade da PEC sobre imunidade parlamentar

  Clique aqui para ler o texto da PEC 03/2021   A Câmara dos Deputados votou na quarta-feira (24/02) a admissibilidade da PEC 03/2021 que determina que a prisão em...

Segundo o TCU, pagamentos irregulares do auxílio emergencial totalizaram R$ 54 bilhões

  Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.   Pagamentos irregulares do auxílio emergencial representaram um rombo aos cofres públicos no valor de R$ 54,66 bilhões em 2020,...

Daniel Silveira sente abandono de colegas e critica base governista na PEC da Imunidade: ‘fui boi de piranha’

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) reclamou de parlamentares da base do governo de Jair Messias Bolsonaro que na semana passada votaram pela sua prisão e, ontem, pela...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

Se mantido o atual ritmo de vacinação contra o novo coronavírus, o Brasil só conseguirá imunizar todos os brasileiros em meados de março de 2024. A previsão é do Monitora COVID-19, portal de acompanhamento da evolução da doença no Brasil mantido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e usa os dados atualizados até as 22:00 horas de quinta-feira (11/02). De acordo com os cálculos do portal, até agora menos de 3% dos brasileiros foram vacinados. Capitais como o Rio de Janeiro e Manaus podem ficar sem doses já neste final de semana, o que levaria a alterações no calendário de vacinação.

 
“Nós ainda temos um gargalo de chegadas de vacinas aqui no Brasil. A produção aqui no Brasil vai aumentar, é claro, via Fiocruz, mas o ritmo é muito lento. Estamos em uma reta, que tende a crescer quando começarmos a vacinar pessoas de 70, 60 anos”, afirmou o vice-diretor do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde da Fiocruz, Christovam Barcellos, que coordena o Monitora COVID-19.
 
Os dados do portal revelam que, até aqui, 41% das doses distribuídas no Brasil já foram aplicadas. Segundo Barcellos, são duas as razões para isso: há uma reserva de vacinas para aplicação da segunda dose; e podem estar acontecendo problemas de logística na distribuição. “Parece que há uma insegurança das cidades, uma retenção das doses por medo de que elas acabem”, argumentou.
 
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na quinta-feira (11/02), no Senado que pretende imunizar todos os brasileiros até o final do ano. A ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues, afirmou à CNN que “a meta é muito ousada“. “Se contar só com Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Instituto Butantan, a meta não será cumprida. Precisamos negociar com outros fornecedores”, disse.
- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Crateús: Deputada Aderlânia homenageia Pequeno Jacob com Centro de Esportes

      Foi aprovado, nesta quinta-feira (25/02), na Assembleia Legislativa do Ceará, o Projeto de Lei 422/2019, de autoria da deputada Aderlânia Noronha (SD/CE), que denomina...

Câmara aprova admissibilidade da PEC sobre imunidade parlamentar

  Clique aqui para ler o texto da PEC 03/2021   A Câmara dos Deputados votou na quarta-feira (24/02) a admissibilidade da PEC 03/2021 que determina que a prisão em...

Segundo o TCU, pagamentos irregulares do auxílio emergencial totalizaram R$ 54 bilhões

  Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.   Pagamentos irregulares do auxílio emergencial representaram um rombo aos cofres públicos no valor de R$ 54,66 bilhões em 2020,...

Daniel Silveira sente abandono de colegas e critica base governista na PEC da Imunidade: ‘fui boi de piranha’

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) reclamou de parlamentares da base do governo de Jair Messias Bolsonaro que na semana passada votaram pela sua prisão e, ontem, pela...

Governo vai tirar Correios e seu passivo de R$14 bilhões das costas do cidadão

  A privatização da estatal Correios é tão necessária quanto urgente, e por essa razão o ministro Comunicações Fábio Faria deflagrou o processo na quarta-feira...