20.3 C
Brasília
sábado, fevereiro 27, 2021

Amazônia-1: primeiro satélite 100% brasileiro vai para o espaço neste domingo (28)

  Quando o brasileiro acordar neste domingo (28/02), poderá olhar para o céu e se orgulhar . Mesmo sem conseguir ver, é lá que estará...

Vacinas: CoronaVac é mais eficaz com intervalo maior entre doses, diz Sinovac

Leia Também

Amazônia-1: primeiro satélite 100% brasileiro vai para o espaço neste domingo (28)

  Quando o brasileiro acordar neste domingo (28/02), poderá olhar para o céu e se orgulhar . Mesmo sem conseguir ver, é lá que estará...

Coronavírus: Brasil passa de 252 mil mortes e tem novo recorde

  O Brasil acumula um total de 10.455.630 casos de COVID-19 e 252.835 pessoas mortas pela doença, segundo boletim do Conselho Nacional de Secretários da...

Presidente da Câmara, Arthur Lira chama governadores para discutir Orçamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), convidou neste sábado (27/02), governadores a participarem do debate no Congresso Nacional para a formulação do...

Brasil tem recorde de mortes por COVID-19 pelo terceiro dia seguido

  O Brasil teve na sexta-feira (26/02), seu terceiro dia consecutivo com recorde diário de mortes por infecções do novo coronavírus, na média móvel de...
Jonas Mellohttps://www.jornaldelesteaoeste.com/
Jornalista radialista e editor-chefe do Jornal de Leste a Oeste e do blog do Jonas Mello

 

O laboratório chinês Sinovac Biotech disse nesta segunda-feira que o estudo clínico com a vacina contra COVID-19 CoronaVac realizado no Brasil mostrou que o imunizante foi até 20 pontos percentuais mais eficaz em um pequeno sub-grupo de pacientes que receberam a segunda dose do fármaco com um intervalo maior. A taxa de proteção para 1.394 voluntários que receberam doses da CoronaVac ou um placebo com intervalo de três semanas entre elas foi de quase 70%, disse um porta-voz da Sinovac.

Pesquisadores do Instituto Butantan, que liderou os testes com a CoronaVac no Brasil, disseram na semana passada que a eficácia geral da vacina foi de 50,4% com base nos resultados dos testes em um grupo de 9 mil voluntários que receberam as doses com intervalo de 14 dias entre elas. O instituto também disse que a vacina foi 78% eficaz na prevenção de casos leves de COVID-19 e 100% em evitar quadros moderados e graves. O porta-voz da Sinovac disse que um pequeno grupo de voluntários receberam a segunda dose após um intervalo maior em relação à primeira devido a uma série de razões, sem entrar em detalhes.

Embora os pesquisadores da Sinovac tenham dito que testes em estágio inicial mostraram que um intervalo de quatro semanas entre as doses induziu uma resposta imune mais forte do que com intervalos de duas semanas, é a primeira vez que a empresa divulga dados de eficácia do estudo em Fase 3 com padrões de doses diferentes do protocolo inicial. A Sinovac ainda não divulgou o resultado global dos testes em Fase 3, mas sua vacina já foi aprovada para uso emergencial em países como Turquia e Indonésia, além do Brasil.

- Advertisement -

Ùltimas Notícias

Amazônia-1: primeiro satélite 100% brasileiro vai para o espaço neste domingo (28)

  Quando o brasileiro acordar neste domingo (28/02), poderá olhar para o céu e se orgulhar . Mesmo sem conseguir ver, é lá que estará...

Coronavírus: Brasil passa de 252 mil mortes e tem novo recorde

  O Brasil acumula um total de 10.455.630 casos de COVID-19 e 252.835 pessoas mortas pela doença, segundo boletim do Conselho Nacional de Secretários da...

Presidente da Câmara, Arthur Lira chama governadores para discutir Orçamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), convidou neste sábado (27/02), governadores a participarem do debate no Congresso Nacional para a formulação do...

Brasil tem recorde de mortes por COVID-19 pelo terceiro dia seguido

  O Brasil teve na sexta-feira (26/02), seu terceiro dia consecutivo com recorde diário de mortes por infecções do novo coronavírus, na média móvel de...

Energia elétrica: bandeira amarela é mantida para março, informa ANEEL

  A bandeira tarifária da energia elétrica permanecerá amarela no mês de março, foi o que informou a Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL na sexta-feira...